Passageiros tiveram que seguir a viagem em outro ônibus de uma das empresas autorizadas pela Artesp. Foto: Reprodução

Artesp realizou autuação de ônibus da Levare Transportes, com 25 passageiros, no domingo (24)

A Artesp (Agencia Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transportes do Estado de São Paulo) autuou no domingo (24) o ônibus da empresa Levare Transportes, com 25 passageiros, que fazia a linha São Paulo-Ribeirão Preto.

Segundo os fiscais da Artesp, os passageiros continuaram a viagem em outro veículo de linha de uma empresa que atende à rota. O ônibus da Levare saiu da capital paulista com destino a Ribeirão Preto, porém sem autorização para a viagem, uma vez que somente a Viação Cometa e a Rápido Ribeirão Preto têm permissão da agência.

A Artesp informou ainda que o serviço oferecido pela Levare é irregular, além de alegar que poderia expor os passageiros a riscos, já que afirma que o veículo utilizado não foi vistoriado para este fim e que não haveria garantia de que o motorista do ônibus estaria habilitado para atuar no transporte coletivo. A empresa foi autuada e o veículo ficou retido no pátio.

A Levare Transportes questiona na Justiça a continuidade na operação de transporte de passageiros. O caso ainda está sendo analisado pelo tribunal.

Outro impasse 

A Artesp está ainda tentando resolver um impasse relacionado ao transporte de passageiros intermunicipal. Desde outubro de 2018 foi suspensa a licitação proposta pelo Governo Estadual, por meio da Artesp, para a concessão das linhas de ônibus rodoviários no Estado de São Paulo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui