ILEGAL: homem se passou por juiz auditor militar foi preso, na BR-364, em Jaru (RO), com drogas e posse de arma sem porte. Foto: Divulgação

Polícia Rodoviária Federal (PRF) efetuou a prisão na noite dessa sexta-feira (12), na BR-364

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam um homem que se passou por juiz auditor militar. Eram 15h25, de sexta-feira (12), quando os agentes, que realizavam a sinalização do trânsito, em virtude da remoção de um veículo envolvido em acidente no dia anterior, abordaram no km 432 da BR-364 (Jaru/RO) um veículo que trafegava na contramão, com o intuito de evitar o congestionamento.

De imediato, o motorista, que estava acompanhado de duas mulheres e uma criança, se identificou para a guarnição como sendo juiz auditor militar do Acre, exercendo o cargo de Diretor-Geral, tendo, na oportunidade, apresentado uma carteira funcional e um crachá relacionados ao Poder Judiciário do Acre.

Entretanto, em razão do nervosismo apresentado pelos ocupantes do veículo, os policiais entraram em contato com o Tribunal de Justiça acreano, quando foram informados que o indivíduo era um técnico judiciário aposentado. Realizada uma busca no veículo, os agentes localizaram um revólver calibre 38, 12 munições e pequenas porções de maconha.

Questionado, o motorista afirmou que o armamento era de sua propriedade, apesar de não possuir registro, ao passo que a droga era dele e de uma das passageiras. Diante dos fatos, ficou configurada a prática de uso de distintivo de função pública que não exerce (art. 46 da Lei de Contravenções), falsa identidade (art. 307 do Código Penal), porte de droga para consumo (art. 28 da Lei de Drogas) e porte ilegal de arma de fogo (art. 14 do Estatuto do Desarmamento). A ocorrência foi encaminhada à Polícia Civil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui