Avenger 2014 é um dos modelos do recall da FCA. Foto: Divulgação

A FCA (Fiat Chrysler Automobiles) terá de fazer recall de 862.520 veículos movidos a gasolina nos Estados Unidos, pois eles não atendem aos padrões de emissões dos EUA, disse a EPA (a agência de proteção ambiental norte-americana) na quarta-feira. O recall foi motivado por investigações de emissões em uso conduzidas pela EPA e testes conduzidos pela própria Fiat Chrysler, conforme exigido pelos regulamentos da EPA, disse a agência.

A EPA disse que continuará investigando outros veículos da Fiat Chrysler que são potencialmente incompatíveis e podem se tornar alvo de futuros recalls.

“A EPA saúda a ação da Fiat Chrysler de retirar voluntariamente seus veículos que não atendem aos padrões de emissões dos EUA”, disse Andrew Wheeler, administrador da EPA, em comunicado. “Vamos fornecer assistência aos consumidores que navegam no recall e continuar a garantir que os fabricantes de automóveis respeitem as leis de nosso país, destinadas a proteger a saúde humana e o meio ambiente”.

A Fiat Chrysler não comentou imediatamente.

Modelos envolvidos no recall

O recall inclui o Dodge Journey 2011-2016, Chrysler 200 e Dodge Avenger 2011-2014 e Dodge Caliber 2011-2012. A EPA disse que “os proprietários de veículos receberão uma notificação da FCA quando houver peças disponíveis para que eles possam trazer seus veículos para serem consertados. Enquanto isso, os proprietários podem continuar dirigindo seus veículos”.

Devido ao grande número de veículos envolvidos e à necessidade de fornecer componentes de substituição, especificamente para o catalisador do veículo, o recall será implementado em fases durante o ano civil de 2019, começando com os veículos mais antigos primeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui