PARANÁ: A equipe da Gincana do Caminhoneiro chega a Joaquim Távora (PR), nesta quarta (27) para promover ações de saúde, no Posto Mazoti no Km 304 da rodovia Parigot de Souza (PR-092). Fotos: Divulgação

De acordo com a organização, nesta quarta (27) e quinta (28) e 2 e 3 de fevereiro, a equipe promove na PR-092 atendimentos de saúde e teste de habilidade no volante

O Posto Mazoti no Km 304 da rodovia Parigot de Souza (PR-092), em Joaquim Távora (PR), recebe nesta quarta (27) e quinta (28) a equipe da Gincana do Caminhoneiro, que irá realizar atendimentos de saúde aos caminhoneiros e transportadores de carga.

De acordo com a organizaçao, a ação será realizada das 8h às 18h e irá oferecer aos profissionais dicas importantes sobre como manter os hábitos de distanciamento social e atitudes para combater e evitar a Covid-19.

Ainda de acordo com os organizadores, na sequência, a equipa parte de Joaquim Távora para Wenceslau Braz para promover, nos dias 2 e 3 de fevereiro, as ações no Posto Grazul, no Km 293 também da PR-092).

Segundo a organização, nas etapas no Posto Mazoti e no Posto Grazul, os caminhoneiros terão acesso ao circuito de saúde, com atendimentos focados na prevenção e detecção de doenças silenciosas que podem atingir o motorista, incluindo checagem do nível de glicose no sangue, para investigação e controle de casos de diabetes; aferição da pressão arterial para descobrir se há hipertensão e minimizar riscos de ataques cardíacos, além de orientações sobre obesidade e vacinação contra diversas doenças (de acordo com a disponibilidade da Secretaria de Saúde de cada município).

ÀS NO VOLANTE: Conforme o regulamento, o caminhoneiro pode testar sua habilidade no percurso do slalom, demarcado por cones, evitando os obstáculos e procurando chegar no menor tempo possível, sem velocidade, mas com destreza.

Apoiadores

Com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), do Sest/Senat e da ANTT, o circuito também alerta para os cuidados que o caminhoneiro deve ter com seu caminhão. O participante é convidado a ir ao local demarcado no pátio do posto, onde instrutores darão uma aula prática de higienização da cabine do caminhão, demonstrando a importância da desinfecção de pontos da boleia (maçaneta, volante, marcha, retrovisor, por exemplo), que estão mais sujeitos à contaminação.

De acordo com o regulamento, o caminhoneiro pode testar sua habilidade no volante no percurso do slalom, demarcado por cones, evitando os obstáculos e procurando chegar no menor tempo possível, sem velocidade, mas com destreza.

Àqueles que fizerem os melhores tempos em Joaquim Távora e em Wenceslau Braz conquistam vaga para a quinta semifinal da temporada, em março, para disputar uma das cinco últimas vagas para a grande final, que premiará o vencedor com um caminhão IVECO Tector 0Km.

Assim como todo o circuito de ações de saúde, o teste de habilidade é gratuito, bastando apresentar CNH categorias C,D ou E. Porém, para conquistar sua oportunidade de ir para a grande final da Gincana do Caminhoneiro, o estradeiro precisa ter, obrigatoriamente, passado no atendimento de saúde do local e validar seu tempo. Para isso, basta apresentar um consumo de R﹩ 500 em combustível nos postos da Rede Siga Bem ou aquisição de créditos de mesmo valor no Cartão do Caminhoneiro Petrobras. Mais informações no site: www.gincanadocaminhoneiro.com.br

HIGIENIZAÇÃO: O participante recebe dicas práticas de higienização da cabine do caminhão, demonstrando a importância da desinfecção de pontos da boleia (maçaneta, volante, marcha, retrovisor, por exemplo).

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui