Terminou em impasse no início desta noite em São Paulo o encontro entre representantes do Governo Federal, dos caminhoneiros e o governador Márcio França.
O Governo Federal não vai atender a todas as reivindicações da categoria o que deixa o fim próximo da greve incerto.

A equipe do presidente Michel Temer, representada pelo deputado federal Marcelo Squassoni, disse que não será possível atender diversas reivindicações da categoria, como ampliar o desconto de 10% no preço do diesel de 30 dias para 60 dias.

Uma nova reunião entre caminhoneiros e Governo Federal acontece agora no início da noite deste domingo, desta vez em Brasília.

O Governo Federal informou hoje pela manhã a situação nas rodovias do país neste domingo diante do protesto dos caminhoneiros.

De acordo com dados do Ministério de Segurança Pública e Polícia Rodoviária Federal, até o momento 625 pontos foram desbloqueados.

A maior parte desses bloqueios é parcial. Veículos de passeio, ônibus e motos conseguem passar. Em alguns casos há congestionamento nas imediações.

O Governo Federal deve decidir nesse domingo se aceita ou não uma nova pauta de reivindicações apresentada pelos caminhoneiros na final da noite do dia 26 em reunião em São Paulo envolvendo o ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, e o governador paulista Márcio França.

A reunião marcada para este domingo se estendia até as 15h, ainda sem resultado. Um dos focos da reunião foi analisar a proposta articulada pelo ministro Marun e pelo governador paulista de prorrogar o preço fixo do óleo diesel durante 60 dias e não 30 dias, como o governo já aceitara inicialmente. Outro ponto é a garantia de que o desconto no diesel chegará aos postos.

SITUAÇÃO NOS ESTADOS

Por causa da greve dos caminhoneiros, o abastecimento nas garagens de ônibus não foi normalizado e os serviços continuam prejudicados na manhã deste domingo, 27 de maio de 2018.

SÃO PAULO:

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, afirmou no final da manhã deste domingo, 27 de maio de 2018, que a cidade busca óleo diesel para garantir a circulação da frota de ônibus na terça-feira. Segundo Covas, para esta segunda-feira a quantidade de diesel é suficiente para colocar nas ruas entre 60% e 80% da frota de ônibus municipais. O prefeito descartou a necessidade até o momento da criação de um feriado municipal ou ponto facultativo. Desde sexta-feira, segundo o prefeito, foi comprado cerca de um milhão de litro de diesel numa refinaria em Barueri para os serviços de ônibus.

Bruno Covas confirmou a suspensão do rodízio municipal de veículos nesta segunda-feira, e a suspensão da restrição de circulação de caminhões na cidade até o próximo domingo, dia 3 de junho.

De acordo com a SPTrans, em média, na faixa das 14h, a frota de ônibus na capital paulista em circulação foi para 70% do habitual que deveria estar nas ruas em um domingo habitual. O índice tem se mantido nesse patamar desde o início da manhã. Às 16 horas esse índice caiu para 68%.

Mais cedo, a gerenciadora informou que todas as empresas de ônibus colocaram os veículos nas ruas no início das operações deste domingo.

O índice de frota depende de cada empresa, mas, em média, na faixa das 7h estavam em circulação 60% dos ônibus que seriam normalmente escalados aos domingos habituais.

O mínimo permitido pela prefeitura de São Paulo hoje é de 50% em relação às tabelas da SPTrans.

De acordo com a gerenciadora pública, na tarde de ontem foram comprados 580 mil litros de diesel para os ônibus. Entre a noite de sexta e a manhã sábado, a prefeitura conseguiu 550 mil litros de diesel, além dos 240 mil obtidos na sexta.

No ABC Paulista, nesta manhã, entre 50% e 90% das frotas municipais estão em circulação.

Já em Guarulhos, operam entre 30% e 40% da frota habitual, dependendo da empresa.

Em Campinas os ônibus circulam com 50% da frota, como já havia sido anunciado pela prefeitura na véspera. Por volta das 10:30 o Exército escoltou caminhões-tanque até a Refinaria de Paulínia (Replan); o combustível será utilizado para abastecer as aeronaves do aeroporto de Viracopos. A Infraero informa que pelo menos 11 aeroportos brasileiros estão sem combustível na manhã deste domingo, 27: Carajás (PA); São José dos Campos (SP); Uberlândia (MG); Ilhéus (BA); Goiânia (GO); Campina Grande (PB); Juazeiro do Norte (CE); Maceió (AL); Aracaju (SE); Joinville (SC); João Pessoa (PB).

Em Jundiaí, a Prefeitura anunciou hoje que vai operar com 40% da frota de ônibus nesta segunda-feira (28). A definição ocorre após as empresas terem recebido combustível na tarde de sábado. Neste domingo os ônibus não circulam na cidade.

No Guarujá, litoral sul de SP, a dificuldade no reabastecimento do combustível levou a concessionária Translitoral, que opera o serviço de transporte local, a operar neste domingo com 27 ônibus, equivalente a 33% da frota que opera em dia de domingo normal. A circulação segue até às 18h. Para esta segunda-feira (28) a empresa afirma que contará com 32 carros (correspondente a 40% da frota de um domingo normal), rodando até às 20h. As linhas atendidas são: 01 / 03 / 05 / 11 / 15 / 17 / 19 / 26 / 33 / 34 / 37 / 38 / 39 / 41 / 51 / 53 / 55 / 61 / 62 / 77 / 90. A partir do horário limite (20h) entram as linhas noturnas 26N / 33N / 38N / 55N.

Em Bertioga, também no litoral sul de São Paulo, o serviço de transporte público de passageiros vai operar amanhã, segunda-feira (28/05), com 50% da frota até às 20h, e 100% da frota no transporte escolar da cidade. A Viação Bertioga não forneceu informações sobre a operação na terça-feira (29/05). O usuário pode obter informações no Plantão empresa, pelo telefone 3311-3330 ou no SAC da empresa, de segunda a sábado, das 7h às 19h.

Em Santo André, na tarde deste domingo a Suzantur, que atende a 1/4 da demanda da cidade do ABC Paulista, fez buscas a postos com diesel e, com isso, garantiu que pelo menos nesta segunda-feira, 28, terá 100% da frota em circulação. As demais empresas de Santo André devem ter frota variando entre 60% e 90%.

RIO DE JANEIRO

Por conta das dificuldades de transporte provocadas pela greve dos caminhoneiros na cidade do Rio de Janeiro, a prefeitura da cidade anunciou agora à tarde a suspensão das aulas em escolas e creches municipais. São 1.375 unidades escolares que atendem 655 mil alunos.

Rio Ônibus, sindicato que representa as companhias de transporte coletivo da cidade do Rio de Janeiro, divulgou às 10h30 da manhã deste domingo, 27 de maio de 2018, o primeiro balanço do dia sobre a frota de ônibus em circulação na cidade: apenas 13% da frota dos coletivos que deveriam estar nas ruas num domingo habitual estão circulando nesta manhã. As empresas têm privilegiado os horários de pico. O número vem reduzindo conforme o estoque de combustível acaba.

Já o Consórcio BRT Rio diz que a frota está inferior a 20%. Estão operando as seguintes linhas: 10 (Santa Cruz x Alvorada), 12 ( Pingo D’água x Alvorada), 21A ( Recreio x Jd. Oceânico), 35  (Madureira x Alvorada), 50 (C. Olímpico x Jd. Oceânico) e 51 (Parador – Recreio x Vila Militar). O BRT, que não operou em grande parte deste sábado, está priorizando as linhas de maior demanda.

rodoviária Novo Rio informou há pouco (13h:30) que houve redução de mais de 50% em algumas partidas intermunicipais rodoviárias e interestaduais. Algumas empresas, segundo a concessionária, estão adotando a estratégia de só liberar a partida do ônibus após a lotação confirmada.

MINAS GERAIS

Em nota divulgada no fim desta manhã a BHTrans informa como será o funcionamento do transporte coletivo na capital Belo Horizonte nesta segunda-feira, dia 28 de maio:

“A operação do sistema de transporte coletivo da capital, nesta segunda-feira 28/05, será normal no horário de pico e com redução de 50% do número de viagens fora do horário de pico. Esta operação será possível porque as empresas de ônibus conseguiram repor parte do estoque de combustível. Equipes da BHTrans vão intensificar a fiscalização para garantir o cumprimento do quadro de horários estabelecido. Será disponibilizado reforço em algumas linhas, principalmente na estação da Pampulha e também para atender a mobilidade da população que normalmente usa o carro nos deslocamentos mas que não conseguiu abastecimento. Veja como fica o quadro de horários do ônibus nesta segunda-feira dia 28/05, operação começa as 4 da manhã:

Entre 4 e 9 horas: número de viagens normal

Entre 9 e 16 horas: operação com 50% do número de viagens

Entre 16 e 19 horas: número de viagens normal

Entre 20 e 24 horas: operação com 50% do número de viagens”

Ainda sobre Belo Horizonte: como já havia anunciado a prefeitura, não há nenhum ônibus municipal circulando nas vias. Em nota, a prefeitura diz que alugou ônibus para fazer cinco linhas com o objetivo de transportar funcionários de hospitais e UPAs.

Leia a nota da Prefeitura de BH:

A prefeitura de Belo Horizonte montou um serviço especial fretado para o transporte de trabalhadores de hospitais e UPAs de Belo Horizonte, para compensar a falta de circulação dos ônibus do transporte coletivo neste domingo, dia 27/05 e garantir o atendimento dos pacientes nesses locais.

Serão 5 linhas de ônibus com 4 viagens pela manhã e 4 à tarde que atenderão os principais corredores de tráfego e a área hospitalar. As informações de pontos de embarque estão sendo passadas diretamente aos funcionários de hospitais e UPAs. Além deste serviço, as linhas de ônibus metropolitanas e também o metrô estarão funcionando e vão atender também os trabalhadores da saúde.

Região Metropolitana de BH: em Betim, ônibus e vans circularam apenas entre 6h e 8h, e retomarão somente entre 18h e 20h deste domingo.

Em Contagem, informa a Transcom, que administra o transporte público na cidade, os ônibus circulam metade do quadro de horários dos domingos, e nesta segunda-feira (28) funcionarão com o quadro de horários de sábado.

Governador Valadares não terá transporte público de ônibus. Em nota, a Empresa Valadarense de Transporte Coletivo afirma que a suspensão dos serviços “visa assegurar o funcionamento normal das linhas na segunda-feira”, quando “será feita análise cenário para novas providências”.

BAHIA

Na manhã deste domingo cerca de 450 ônibus circulam na cidade Salvador, 30% da frota que normalmente opera aos domingos. A informação é do Secretário municipal de Mobilidade e Transporte (Semob), Fábio Mota.

O Semob informou ainda que a PM fará comboios para garantir o abastecimento nas garagens das empresas concessionárias. O objetivo é ampliar a frota circulante na segunda-feira, mas não há ainda estimativa de operação de 100% da frota para amanhã.

PARANÁ

Curitiba tem combustível garantido para o funcionamento normal do transporte coletivo pelo menos até amanhã, segunda-feira (28). Isso se deve a um abastecimento feito neste sábado, dia 26, com escolta policial de dois caminhões-tanque, que atenderam as concessionárias de ônibus da capital paranaense. No entanto, diante do baixo movimento no transporte coletivo da capital na manhã de hoje, a Urbs decidiu reduzir a frota neste domingo para economizar combustível. Para amanhã, segunda-feira (28), a Ubrs mantém o esquema de redução de 50% na frota circulante.

RIO GRANDE DO SUL

O governo do Rio Grande do Sul anunciou neste sábado à noite um plano para liberar rodovias no estado.  Segundo o palácio do Piratini, a Brigada Militar ficará responsável pela escolta de cargas, como medicamentos e combustível para ambulâncias.

Os Batalhões de Operações Especiais e o Comando Rodoviário irão acompanhar o deslocamento de itens essenciais para a população, como medicamentos, insumos hospitalares, produtos para o tratamento de água, combustível para ambulâncias, viaturas e ônibus do transporte público e ração animal.

Em caso de resistência, o comandante-geral da BM, coronel Mário Ikeda, admitiu que poderá fazer uso da força.

SANTA CATARINA

Em comunicado a empresa Expresso São Bento, que opera linhas rodoviárias intermunicipais e interestaduais a partir de Santa Catarina, informa  que o combustível não está chegando às garagens das empresas de ônibus de diversas partes do País. O comunicado divulga a situação das linhas para este domingo (27) e segunda-feira (28):

SEGUNDA-FEIRA, 28 de maio de 2018:

Saída 07h30 de Piên para Curitiba – CANCELADA
De Curitiba para São Bento do Sul e de São Bento do Sul para Curitiba – TODOS OS HORÁRIOS MANTIDOS
De Curitiba a Jaraguá do Sul e de Jaraguá do Sul a Curitiba – TODOS OS HORÁRIOS MANTIDOS
SEMI-URBANO:
Na linha semi-urbana de Agudos do Sul a São Bento do Sul, os horários das 07h20 e 16h50 com saídas de Piên serão cancelados desta segunda-feira, 28 de maio de 2018 até o restabelecimento dos níveis do estoque de combustível
Ainda no serviço semi-urbano as saídas de São Bento do Sul a Piên, nos horários de 06h45 e 16h00 serão canceladas. Serão mantidos os horários de Piên a São Bento do Sul de 05h45 e de São Bento do Sul a Piên e de 17h45
ATENÇÃO – DEPENDENDO DOS NÍVEIS DE ESTOQUE DE ÓLEO DIESEL, NA TERÇA-FEIRA, DIA 29 DE MAIO DE 2018, PODEM HAVER NOVAS ALTERAÇÕES, QUE SERÃO INFORMADAS ANTECIPADAMENTE PELA EMPRESA
MOMENTANEAMENTE AS VENDAS PELA INTERNET ESTÃO SUSPENSAS ATÉ A NORMALIZAÇÃO DOS HORÁRIOS
Mais informações pelos telefones (41) 3224-2898 – Curitiba / (47) 3633-4282 – (47) 3633-4568 – São Bento do Sul.

CEARÁ

Na capital Fortaleza os ônibus circulam normalmente, graças às ações coordenadas pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, que garantiu a distribuição de combustíveis na capital e em cidades da região metropolitana. Cerca de 150 escoltas policiais de caminhão-tanque garantiram que o transporte público não fosse afetado na capital cearense e na região metropolitana.

Já nas cidades da região do Cariri – CratoJuazeiro do NorteBarbalha e Missão Velha – menos ônibus circulam nas ruas. A empresa ViaMetro, que opera o transporte coletivo nas 4 cidades, circula desde sábado (26) com metade da frota de 200 ônibus, afetando 42 mil passageiros diariamente.

Fonte: Diario do Transporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui