A BR 364 em Rondônia, está pouco a pouco se deteriorando. A rodovia da morte, como também é conhecida, em alguns trechos encontra-se totalmente esburacada. Determinados lugares da velha e antiga rodovia, já foram feitos inúmeros remendos, mas grande parte desta encontra-se quase que intransitável.

A rodovia construída na administração do então presidente da República Juscelino Kubitschek e pavimentada em 1983, de lá para cá, não pode se mensurar nenhum investimento de relevância dos governos federais, muito embora análises de especialistas apontem a urgente necessidade de duplicação, ou ao menos, reparos em toda a via e também correção de muitas imperfeições, principalmente em curvas.

O risco de vida aos condutores só aumentam com o passar dos dias, uma vez, que o tráfego da rodovia se intensifica e o seu desgaste também.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui