No caso dos Honda Fit 2015, o motivo é uma falha na programação do software dos modelos com transmissão automática, o que possibilitaria o rompimento do eixo da polia motora da transmissão, gerando perda de aceleração.

Segundo a empresa, isso poderia dificultar a manobra do carro para um local seguro, facilitando uma colisão, que poderia causar lesões físicas aos ocupantes e outros envolvidos no acidente.

O problema atinge carros produzidos do dia 27 de janeiro de 2014 até 22 de abril de 2015, com chassis 93HGK58*0F Z de 200031 até 258686.

No caso dos Honda HR-V 2016, a falha é no aperto dos parafusos dos cubos das rodas traseiras durante o processo de montagem na fábrica.

A empresa afirma que a falha poderia desprender cubo. Isso geraria um forte ruído metálico na região da roda traseira. “Caso o veículo continue sendo conduzido nessas condições, o cubo da roda poderá desprender-se da sua fixação, com consequente risco de acidente”.

O problema afeta carros produzidos entre 10 de março de 2015 até 11 de setembro do mesmo ano. Eles têm chassis 8C3RV28506110, de numeração 0002 a 3899.

No caso dos dois veículos, nem todos os carros com chassis dentro dos intervalos citados apresentam as falhas.

Para verificar se foi afetado, o proprietário deve acessar o site da Honda (http://www.honda.com.br/recall/autos ), onde também poderá agendar o reparo. Outra alternativa é ligar de segunda a sexta-feira entre 8h e 20h (horário de Brasília) no número 08007013432.

De acordo com a empresa, o serviço deverá ser realizado em qualquer concessionária de automóveis Honda, após agendamento.

VEÍCULOS

Recall do Honda Fit 2015
Fabricação: entre 27 de janeiro de 2014 até 22 de abril de 2015
Chassis: 93HGK58*0F Z de 200031 até 258686

Recall dos Honda HR-V 2016
Fabricação: 10 de março de 2015 até 11 de setembro de 2015
Chassis: 8C3RV28506110, de numeração 0002 a 3899

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui