Não bastassem a proliferação de praças de pedágio nas rodovias concedidas, os usuários da MT-170 vão ter que enfrentar o pedágio indígena. Em uma carta enviada as autoridades municipais, estaduais, federais e imprensa, os índios da etnia Enawene Nawe, confirmaram que a partir deste sábado dia 24 de outubro, passarão a cobrar pedágios dos motoristas que trafegarem pela Rodovia MT-170 na ponte sob o rio Juruena, a 60 km, do perímetro urbano de Juína-MT.

Os indígenas comunicaram a Funai que deverão cobrar pedágio por 7 dias, começando dia 24, mesmo sabendo que a iniciativa é ilegal. Na carta eles justificam que vão fechar a rodovia com cobrança de pedágio porque representantes da SINFRA de Mato Grosso, estiveram em junho deste ano e fizeram uma reunião com lideres e representantes da tribo e prometeram que no mês seguinte, fariam o cascalhamento da estrada que dá acesso a aldeia, porém, já se passaram meses e nada foi feito.

Segundo os indígenas, o dinheiro do pedágio será para contratar uma empresa para realizar a manutenção na estrada. No final da carta, pedem para não enviar a polícia para retirá-los, porque se isso ocorrer as autoridades terão problemas com os índios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui