Mesmo assim alguns acidentes ainda continuam acontecendo

A Lei Seca completou um mês no domingo (20) e está fazendo com que alguns motoristas estejam mais conscientes quanto ao uso de bebidas alcoólicas.

Mesmo assim, os acidentes ainda são uma realidade. No Estado de Minas Gerais, nos últimos três finais de semana, 77 pessoas foram presas e 91 autuadas por estarem dirigindo alcoolizadas.

Neste mesmo período nas estradas federais que cortam o Sul do Estado, 22 pessoas foram detidas pelo mesmo motivo.

Em uma churrascaria localizada às margens da rodovia Fernão Dias, os clientes estão optando por tomar refrigerante. Questionado sobre a lei seca, o caminhoneiro VIlmar Antonio Viana Júnior disse que a lei é importante, mas precisa ser melhor fiscalizada.

Em casos de acidentes com morte, se o motorista estiver embriagado ele vai responder por homicídio doloso, com intenção de matar. Este foi o caso do professor de educação física Ronan Gonçalves da Silva, que na semana passada dirigia alcoolizado e bateu em uma moto na rodovia BR-459. No acidente, o motoboy Onil dos Santos morreu na hora.

Em todo o país, só este ano, a Polícia Rodoviária registrou quase 4,2 mil casos, contra 6.952 no mesmo período em 2007.