ESTAVA BÊBADO: Motorista do Honda Fit, que bateu na moto pilotada pelo cantor Tarik Lima, na BR-101, na Paraíba, estava bÊbado, diz a PRF. A namorada de Tarik, Gabrielle também morreu na batida. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Confirmação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi dada nesta segunda-feira (27). Teste do bafômetro acusou 0,5 mg/l de álcool. Ele foi preso

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou na manhã desta segunda-feira (27) que o motorista do Honda Fit, envolvido no acidente (sinistro), na BR-101, em Bayeux (PB), na sexta (25), que matou o cantor Tarik Lima e sua namorada Gabrielle Oliveira, estava embriagado quando colidiu com a motocicleta onde estava o casal de 22 anos.

De acordo com o relatório técnico da PRF, o sinistro ocorreu por volta das 5h48, no km 86 da BR-101. O motorista que conduzia o carro estava “com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool – embriaguez ao volante”.

Ainda conforme consta no relatório, após o motorista ser submetido ao teste de bafômetro, constatou-se o teor de 0.5 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões.

Segundo a PRF, foi constatada, a princípio, ocorrência por infração em condução de veículo sob influência alcoólica. O condutor foi preso.

O sinistro

O cantor Tarik Lima morreu na madrugada desse domingo (26), após um acidente na BR-101, em Bayeux, na Grande João Pessoa (PB). Ele e a namorada Gabrielle estavam numa motocicleta quando se envolveram na colisão com um Honda Fit. Gabrielle estava na garupa e morreu no local. O cantor foi socorrido e levado ao Hospital de Trauma, mas não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo no domingo (26).

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui