TRAGÉDIA: Mais um acidente com ônibus da Trans Brasil deixou dois motoristas mortos na BR-101, em João Pessoa (PB). Somente em 2022, já é o terceiro caso, com um total de nove mortos. Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Conforme apuração do Estradas, seis passageiros ficaram feridos, sendo um em estado grave. Trans Brasil tem autorização judicial para esse trajeto. Somente em três ocorrências neste ano, com ônibus da empresa, nove pessoas perderam a vida

Um acidente (sinistro) entre um ônibus e uma carreta no km 117 da BR-101, em João Pessoa (PB), deixou o motorista e o motorista auxiliar mortos e seis passageiros feridos, sendo um em estado grave, de acordo com a assessoria de imprensa da Trans Brasil, responsável pelo ônibus. Todos os feridos já receberam alta médica.

Segundo a PRF, a carreta – carregada com sucata – trafegava na faixa da direita, sentido João Pessoa-Recife, quando foi atingida na traseira. O caminhoneiro achou que fosse estouro de um pneu.

Ainda de acordo com a PRF, as duas vítimas fatais são os motoristas do ônibus (titular e auxiliar), que fazia o trajeto Natal (RN) – Maceió (AL). Após a colisão, a carreta seguiu e foi localizada pela equipe PRF, juntamente com o motorista.

De acordo com os inspetores, o caminhoneiro não percebeu que havia se envolvido em sinistro com um ônibus. Diante disso, ele foi encaminhado para a delegacia para prestar os esclarecimentos. Veja vídeo do socorro aos motoristas.

Sem autorização

O Estradas manteve contato com a assessoria de imprensa da Trans Brasil para saber mais detalhes da ocorrência. Em nota, a empresa informou que está prestando todo o auxílio às vítimas e a seus familiares. Leia na íntegra:

A Trans Brasil lamenta profundamente o acidente ocorrido na noite de segunda-feira (31/1) na BR-101, em João Pessoa. E informa que vem prestando, com sua parceira, todo o apoio aos envolvidos, além dos esclarecimentos necessários às autoridades policiais.

Infelizmente, os dois motoristas que conduziam o ônibus faleceram. Toda a nossa solidariedade aos familiares e amigos desses profissionais. Daremos todo o suporte necessário às famílias.

Cinco passageiros ficaram feridos e foram encaminhados para hospitais da região e passam bem.

A viagem partiu de Natal (RN) com destino a Maceió (AL). De acordo com testemunhas, o ônibus colidiu na traseira de um caminhão – que se evadiu do local após o acidente. À polícia, o motorista do caminhão disse que não prestou socorro porque não notou que houve uma colisão e que teria entendido que apenas um pneu havia estourado.

É importante destacar que no momento do acidente o ônibus trafegava a 62 km/h e estava usando corretamente a faixa da direita. Esse registro é possível pois o ônibus possui sistema de telemetria, tecnologia que controla a velocidade e gera dados em tempo real.

Todas as viagens da Trans Brasil são cobertas por seguro, para garantir a plena assistência de todos os passageiros, motoristas e demais funcionários. O ônibus envolvido no acidente estava com documentação e manutenção em dia. A Trans Brasil possui autorização judicial para fazer essa rota.”

Sem autorização

De acordo com a PRF, há suspeita de que o motorista do ônibus tenha dormido ao volante. A perícia irá apurar.

A reportagem também entrou em contato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para saber se a Trans Brasil tem autorização para essa viagem. Até a publicação da matéria, não recebeu nenhuma resposta. Entretanto, a assessoria de imprensa da Trans Brasil enviou documento que consta a autorização do trecho Maceió (AL) a Natal (RN). Nele, consta os dados do Mandado de Segurança Nº 1004362-18.2018.4.01.3400, que está trâmite no Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1).

SOCORRO: Momento em que os bombeiros retiram um dos motoristas do ônibus. Titular e auxiliar morrem no local.

De acordo com a PRF, todas as vítimas foram atendidas por equipes do Samu e dos bombeiros. Os feridos foram levados para o Hospital de Trauma de João Pessoa, além de um hospital particular da capital. Todos já foram liberados, conforme informou a Trans Brasil, por meio de sua assessoria de imprensa.

O Estradas perguntou à PRF se os condutores estavam com a documentação em dia (CNH e exame toxicológico), além da jornada de trabalho. Mas, até a publicação desta matéria, não obteve a resposta.

Nova mortos em três sinistro só em 2022

Pelo menos, três sinistros já foram registrados em 2022, envolvendo ônibus da Trans Brasil. Ao todo, foram nove mortes, sendo quatro motoristas da empresa.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui