A Nissan recolherá quase 240.000 carros e SUVs em todo o mundo devido a um risco de incêndio e está aconselhando as pessoas a estacionar os veículos ao ar livre em casos raros.

Uma bomba de freio antitravamento pode vazar fluido de freio em uma placa de circuito, causando curto-circuito e aumentando o risco de incêndio, segundo a empresa. Se os condutores virem a luz de aviso do travão antibloqueio durante mais de 10 segundos após o arranque do motor, a Nissan insta-os a não conduzirem os veículos e a estacionarem no exterior e longe de estruturas ou outros veículos.

O recall abrange os modelos 2015 a 2017 Nissan Murano, 2016 e 2017 Nissan Maxima, 2017 até 2018 Nissan Pathfinder e 2017 Infiniti QX60 veículos.

A Nissan estima que 56% dos veículos tenham o problema, que foi atribuído a falhas na bomba. Alguns Muranos foram chamados para o mesmo problema em 2016.

Documentos publicados na quinta-feira pela Administração Nacional de Segurança no Trânsito nas Autoestradas dos EUA não dizem se houve algum incêndio. O porta-voz da Nissan, Steve Yaeger, não quis comentar quando perguntado sobre incêndios, mas disse que não houve acidentes ou ferimentos relacionados.

A empresa está pedindo aos proprietários que estacionem os veículos do lado de fora se a luz de freio antitravamento permanecer “fora de uma abundância de cautela”, disse Yaeger. Se a luz permanecer acesa, os proprietários devem entrar em contato imediatamente com a Nissan ou Infiniti para que o veículo seja rebocado para um revendedor, disse ele.

Os revendedores irão inspecionar os números de série da bomba e substituí-los, se necessário, a partir de 15 de outubro. A maioria dos veículos recolhidos está nos EUA, no Canadá e no México.

Fonte: www.ipc.digital

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui