FERIADO: Aos poucos, diversas cidades retomam o turismo, com as devidas restrições e os protocolos de segurança estabelecidos, com vistas ao primeiro feriado depois do período de isolamento social imposto devido à pandemia do coronavírus. Uma das dicas de destino é Monte Alegre do Sul (foto), que está de braços abertos, assim como Guararema e Campos do Jordão! Foto: Aderlei de Souza

Após quase cinco meses de ‘isolamento’, as viagens de turismo começam a ganhar fôlego. Veja as sugestões do Estradas para o feriado da Independência

O primeiro feriado aproveitável depois do carnaval é o da Independência. Sem querer fazer trocadilho, o turismo começa a ganhar independência em diversas cidades do país. Pensando no seu bem-estar, o Estradas separou algumas dicas de passeio bem próximas da capital paulista. Assim, quem sabe você se programa e vai curtir uns dias relaxando em meio à natureza.

Monte Alegre do Sul

Inserida no Circuito das Águas Paulistas, a cidade, conhecida como ‘cidade presépio’, voltou a receber os turistas de forma consciente e seguindo todos os protocolos sanitários de prevenção de contágio da Covid-19. E é uma boa dica para quem gosta de tranquilidade e é vidrado em natureza, gastronomia, cachaça, doces e café. Bom, não é?!

Com boas opções de hotéis e pousadas, restaurantes – que também estão com capacidades reduzidas para o atendimento ao público (verificar com os estabelecimentos) – e passeios, Monte Alegre do Sul, no interior de São Paulo, está distante a apenas 150 quilômetros da capital paulista.

No feriado da Independência, há programação especial para crianças, jovens e adultos, incluindo a terceira idade. Para quem não desgruda de seu animal de estimação, não tem problema, porque alguns hotéis e algumas pousadas permitem a entrada de cães e gatos (ver com os estabelecimentos). Mais https://www.montealegredosul.tur.br/

Melhor coalhada do Brasil

A tradicionalíssima coalhada do “seo” Nelson Peschiera é imperdível (a sobremesa já ganhou vários prêmios). Isso porque, além de bom atendimento, o turista saboreia guloseimas que só tem lá. Algumas delas, como a coalhada com calda de figo (há outros sabores, mas e de figo é simplesmente fantástica!), e o creminho, além de pães caseiros e outros doces. Todos deliciosos. Eu experimentei e aprovei! Vale a visita à Doçaria Peschiera. Atualmente, o filho Cássio e o neto Vinícius, além de outros funcionários, atendem aos clientes com a mesma gentileza do ‘seo’ Nelson.

Onde ficar?

Como disse no início do texto, Monte Alegre do Sul tem opções de hospedagens muito boas, que variam de acordo com o bolso do turista. Independente de valores, todas as dicas estão com algum tipo de restrição, variando de acordo com cada estabelecimento.

Veja a relação e escolha o seu cantinho preferido. Para quem estiver com a família, há três boas opções: o Riacho Verde Hotel, com excelente estrutura, boa gastronomia e área de lazer, além de ter monitores para cuidar dos baixinhos; a Pousada da Fazenda, com ótima gastronomia e ambiente ao estilo fazenda do vovô; e o Ibiti Hotel Rural, que também tem boas opções de chalés, boa gastronomia e piscina.

Agora, se o passeio for feito somente por adultos, há duas escolhas: a Villa Cottage Pousada, localizada no coração da cidade, é excelente escolha. Tudo é muito bom por lá, a começar pela recepção. A pousada conta com nove chalés (capacidade reduzida por conta da pandemia) bem aconchegantes novos e um delicioso café da manhã, além de espaço para relaxar (rede, leitura e piscina). Vale cada centavo!

A segunda é a Pousada Cafezal em Flor, agraciada pela natureza com uma vista maravilhosa, uma piscina que recebe sol o dia todo, chalés de muito bom gosto, espalhados pelo cafezal, e um restaurante – que remete às cozinhas das casas dos avós – com um café da manhã de dar água na boca. O atendimento também é muito bom.

Monte Alegre do Sul tem também o Kauffman Café (com horário restrito), um local bem agradável para você que quer degustar um bom café acompanhado por uma torta ou bolo. Inaugurado em 2018, o bom atendimento e os produtos são destaques. Além disso, há o Complexo da Fonte, (que também está com restrições em sua capacidade) que inclui o bar, a adega e o Atelier, que tem ambiente decorados com bom gosto e oferece produtos exclusivos. Vale a pena visitá-los.

Como chegar?

Opção 1: Saindo de São Paulo, acesse a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) e siga até o km 47, onde adentrará à Via Anhanguera (SP-330). Siga até o km 61, e, entre, à direita, na SP-360 (Rodovia João Cereser), com destino a Itatiba. Ainda na SP-360 (agora, Rodovia Eng. Constâncio Cintra) passe por dentro das cidades de Itatiba, Morungaba e Amparo, observando sempre as indicações para Serra Negra. Em Amparo, siga as placas com destino a Serra Negra, até chegar na Praça Lions Internacional e adentrar, novamente, na SP-360, à esquerda. Você irá passar pela base da Polícia Militar Rodoviária, à esquerda da via, e irá percorrer uns três quilômetros até a entrada, à direita, na Rodovia Pedrina Maria da Silva Valente, rumo a Monte Alegre do Sul. são, em média, 150 quilômetros.

Opção 2: Saindo de São Paulo, utilizar a Rodovia Fernão Dias (BR-381), sentido Belo Horizonte, passando pelos municípios de Mairiporã e Atibaia. Depois de passar por Atibaia, siga sentido Bragança Paulista. Saia da Fernão Dias, no km 22, entrada à cidade de Bragança Paulista. Siga até Pinhalzinho e depois Monte Alegre do Sul. São, em média, 140 quilômetros.

Vela ressaltar que a distância, em km, varia de acordo com o local de saída da capital. No caso da opção 1, ela é recomendada para quem é amante de belíssimas paisagens, por conta do “túnel verde”, nas proximidades de Morungaba. Já na opção 2, o percurso é menor, entretanto, a Fernão dias é uma rodovia que requer muito mais atenção do motorista.

Pedágios

A viagem de São Paulo a Monte Alegre do Sul tem dois pedágios, tanto na ida como na volta.

IDA – km 39 da Bandeirantes (SP-348), valor da tarifa é de R$ 9,60 (veículos de passeio); e no km 77, da Eng. Constâncio Cintra (SP-360), no valor de R$ 3,70 (veículos de passeio).

VOLTA – km 77, na Eng. Constâncio Cintra (SP-360), no valor de R$ 3,70; e no km 36 da Bandeirantes (SP-348), no valor de R$ 9,60.

Guararema

Outra boa opção para o descanso é Guararema, que está com as portas abertas novamente. A cidade – localizada a 80 quilômetros de São Paulo – tem retomado suas atividades turísticas e já reabriu parte do comércio.

Guararema oferece diversas atrações como a Ilha do Pau D’alho, Igreja de Nossa Senhora da Escada – que possui a única imagem de São Longuinho no Brasil – o Parque Municipal da Pedra Montada, além de Centro Artesanal, passeio de Maria Fumaça, Orquidário e alambiques artesanais.

Tudo isso sem contar o ambiente de interior e clima de tranquilidade que tornam a cidade em uma agradável opção para passar bons momentos com a família.

A sugestão é o Vale do Sonho, hotel referência na região, que opera com 50% da capacidade e segue todas as normas de saúde, além de atender às exigências do acordo com a atual fase da região no plano de retomada do governo estadual.

Para receber os hóspedes e visitantes de maneira mais segura o hotel adotou medidas importantes. No check-in, haverá medição de temperatura de todos. O hotel investiu em termômetros com tecnologia de luz infravermelha e totens com álcool em gel para facilitar a higienização das mãos. Ainda há demarcações e adesivos no chão para promover o distanciamento social. Os funcionários também estão fazendo o uso devido de máscaras.

Por enquanto, a área de lazer está fechada, mas isso não impede os hóspedes de aproveitarem as dependências do hotel. Com uma estrutura completa para acolher bem seus hóspedes, o hotel conta com: chalés e apartamentos confortáveis, todos equipados com frigobar, telefone, televisão, ar-condicionado, Wi-Fi e banheiro privativo.

Além disso, o hotel está cercado pela natureza, o que torna ideal para quem busca tranquilidade. De lá, o visitante pode admirar a paisagem e a belíssima visão que se tem do rio Paraíba do Sul, um dos destaques da região.

Pacote para o feriado

No feriado, o hotel preparou eventos culturais e gastronômicos, drinques de boas-vindas e chá da tarde na sexta e no domingo. Existem três opções para o pacote especial da Independência. O primeiro possui três diárias, com entrada no dia 4 (sexta-feira) e saída no dia 7 (segunda-feira), com valores a partir de R$ 1.850 para o casal, com regime de pensão completa.

Já nos chalés, há opções com valores a partir de R$ 1.730 para o casal. Esses valores podem ser divididos em até 5 vezes, com desconto de 5% para pagamento a vista integral antecipado no ato da reserva. O Vale do Sonho oferece cortesia de 2 crianças de até 6 anos por acomodação. Veja opções para a opção Day Use, para quem quer o hotel em um único dia. Com entrada às 9h e saída às 17h, com opção de almoço e lanche da tarde, adultos por R$ 150 e crianças por R$ 100 ou café da manhã, almoço e lanche da tarde, com valores de R$ 165 para adultos e R$ 115 para crianças de até 12 anos. Cortesia de uma criança de até 6 anos de idade por família.

Onde Ficar?

Vale do Sonho Hotel & Eventos

Endereço: R. João Barbosa Oliveira, 1888 – Freguesia da Escada, Guararema

Telefones: (11) 4693-1894 / 4693.2510 / WhatsApp (11) 97147-9683

Informações: www.valedosonho.tur.br

Como chegar?

Saindo de São Paulo, pegue a Rodovia Ayrton Senna da Silva (SP-070), rumo ao Vale do Paraíba.

Pedágios

A viagem de São Paulo a Guararema tem dois pedágios, que cobram na ida e na volta, sendo um no Km 33, em Itaquaquecetuba, com valor de R$ 3,90 para veículos de passeio; e no km 58, já em Guararema, com tarifa de R$ 3,60, também para os veículos de passeio.

Campos do Jordão

Aos poucos as diversas atividades estão voltando a funcionar na romântica Campos do Jordão, a cerca de 175 quilômetros de São Paulo. Os hotéis, as pousadas, os restaurantes, os shoppings, as lojas, as academias, os parques, o comércio em geral, praticamente tudo que estava fechado, agora está abrindo, com restrições e respeitando os protocolos de saúde estabelecidos.

Desde o decreto oficializado pelo Governo do Estado, no último dia 8 de Agosto, a cidade está com muita energia, um sentimento de vigor que nos anima em estar propagando o quanto Campos tem se preparado e está de braços abertos para receber você, que vem aqui em “nossa casa”, que quer estar aqui com a gente, podendo contemplar e desfrutar o que a cidade tem a oferecer.

A retomada é gradual, mas está acontecendo. A natureza exuberante está presente diariamente em Campos do Jordão. Sem dúvida, é uma grande oportunidade para o merecido descanso neste feriado.

A novidade é a reabertura do Parque Estadual de Campos do Jordão, o Horto Florestal, que possui uma área de mais de 8.300 hectares, 12 quilômetros de trilhas, diversas atrações e mais de 78 anos de história. Estes ambientes contam com uma riquíssima fauna, com mais de 186 espécies de aves catalogadas e animais ameaçados de extinção, como a onça-parda, a jaguatirica e o papagaio-de-peito-roxo.

Durante o período da pandemia o parque estará aberto diariamente das 9h30 às 17h e o uso de máscaras é obrigatório. Informações no site do Parque Estadual.

O que fazer

Para dar uma força na sua escolha eis as dicas de atividades e lugares que você pode visitar:

  • Parque Amantikir
  • Centro de Lazer Tarundu
  • Fazendinha Toriba
  • Alto do Lajeado
  • Mirante do Lajeado⁣⁣
  • Pico do Diamante ⁣⁣
  • Vila Capivari
  • Cabine Telefônica Londrina⁣⁣
  • Torre Eiffel do Patio Paris⁣⁣
  • Bikes da praça em frente ao Patio Paris⁣
  • Corredor do Boulevard Geneve⁣⁣
  • Trilhos do trem⁣⁣
  • Caminhadas na Ciclovia
  • Igrejas nas vilas (abernéssia, jaguaribe e capivari)
  • Pico do Itapeva
  • Fazenda Prana⁣
  • Véu da Noiva
  • Parque Estadual de Campos do Jordão
  • Borboletário Flores Que Voam
  • Aventura no Rancho
  • Hipica Golf⁣⁣ (Mirante, Passeio a Cavalo)
  • Passeio “Pesca na Montanha”
  • Pico do Imbiri⁣ (apenas com 4×4 ou quadriciclo)⁣
  • Gruta dos Crioulos⁣
  • Mirante vila natal⁣⁣

Onde ficar?

Chris Park Hotel

Além de estar a uma curta distância da estação superior do teleférico, o Chris Park Hotel encontra-se a apenas 1,5 km por via asfaltada da Vila Capivari, o centro turístico mais badalado de Campos do Jordão. Dessa forma, sua localização garante fácil acesso aos principais restaurantes, bares e lojas da cidade, porém sem abrir mão da tranquilidade, já que o hotel está isolado de qualquer ruído urbano.

A estrutura inclui ainda uma aconchegante sala de estar com TV e lareira, sala de snooker, academia com vista panorâmica, duchas, vestiários, saunas seca e úmida e um deck bar. Coberta e aquecida, a piscina é uma atração à parte: é cercada por grandes janelas que se abrem para a cidade e até mesmo o teto é de vidro. No Chris Park Restaurante é servido o café da manhã, repleto de pães, frios, bolos, opções quentes e outras delícias.

Já o restaurante e pizzaria Bella Vista é destaque no cenário gastronômico de Campos do Jordão. No cardápio, carnes, massas e legumes frescos, além de uma carta de vinhos com mais de 100 rótulos de diferentes países. À noite, é a vez das pizzas napolitanas feitas artesanalmente no forno a lenha. É o espaço perfeito para celebrar um momento especial a dois ou em família.

O Chris Park Hotel oferece descontos exclusivos para reservas diretas em seu site. Para duas diárias, há 5% de desconto. Já a partir de três diárias, o desconto é de 10%. O parcelamento é feito em até seis vezes e a promoção é válida para reservas até janeiro de 2021. Mais informações: (12) 3663-1151 / (11) 9 5321-3443 (WhatsApp) e www.chrisparkhotel.comm.br

Como chegar?

Saindo de São Paulo, pegue a Via Dutra (BR-116), até o Km 118, onde adentra à Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), com destino à cidade. Caso opte pela Ayrton Senna da Silva (SP-070) e Carvalho Pinto (SP-070), o percurso terá 10 quilômetros a mais.

Pedágios

A viagem de São Paulo a Campos do Jordão, pela Via Dutra, tem três praças de pedágio, que cobram na ida e na volta, sendo uma no Km 165, em Jacareí; outra no Km 182, em Guararema; e outra no Km 205, em Arujá. Os valores das tarifa são, R$6,70 em Jacareí e R$2,70 nas demais.

Já o percurso feito pela Ayrton Senna/Carvalho Pinto, o usuário terá quatro pedágios na ida e quatro na volta, sendo: Km 33, em Itaquaquecetuba (R$3,90); Km 58, em Guararema (R$3,60); Km 92, em Jacareí (R$3,60) e Km 114, em Caçapava (R$3,70).

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui