Modelo novo já é chamado a voltar à fábrica para corrigir problemas no câmbio.

Será preciso substituir a transmissão CVT, numa operação que dura em média 10 horas

Apesar do lançamento relativamente recente, proprietários do Toyota Corolla de nova geração já terão de voltar às concessionárias para submeter o modelo a reparos. Conforme explica a marca, unidades ano-modelo 2019 da versão hatchback estão sendo convocadas para solucionar problemas identificados no funcionamento do câmbio CVT.

Dependendo do caso, o conversor de torque da transmissão poderá parar de funcionar e o veículo deixará de receber força nas rodas, com consequente risco de acidentes, principalmente em altas velocidades.

A marca até o momento não divulgou quantas unidades foram afetadas nem em quais países estão envolvidos (o Brasil está fora, já que o modelo não é vendido aqui), mas confirmou que está aguardando a entrega de novos componentes para entrar em contato com os proprietários e começar a realizar o reparo – serviço que deverá ser feito a partir de fevereiro.

A solução será realizar a troca completa da transmissão, já com o conversor de torque revisado. A operação leva estimadas 10 horas para ser concluída.

Fonte:

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui