OBRAS: Os trabalhos de recuperação da LMG-798 foram iniciados entre o entroncamento da MG-190 até Uberaba, no Triângulo Mineiro (MG), onde serão recuperados 42,5 km. Fotos: Divulgação/DER-MG

De acordo com o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), investimento é de R$ 5,3 milhões. Obra deve ficar pronta em 4 meses

Os trabalhos de recuperação do pavimento da LMG-798 foram iniciados no trecho que vai do entroncamento da MG-190 até Uberaba, no Triângulo Mineiro (MG). Serão recuperados 42,5 quilômetros, por meio de convênio entre o Governo de Minas e uma Usina de açúcar e álcool.

O projeto de engenharia e a fiscalização da obra estão a cargo do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), enquanto a contratação da construtora e fornecimento de material betuminoso ficará sob responsabilidade da usina.

Estão sendo investidos R$ 5,3 milhões pela empresa, que se baseou em protocolo estadual que trata da melhoria da infraestrutura viária em Minas a partir de investimentos feitos por empresas do setor sucroenergético filiadas à Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas (Siamig).

“Na prática, o Governo de Minas está permitindo que as empresas utilizem um dinheiro que seria de impostos, para a recuperação de uma estrada. Na LMG-798, essa parceria vai beneficiar toda população de Uberaba e cidades do entorno. Além da agilidade no transporte de cargas, a segurança da rodovia também irá melhorar significativamente”, avalia o Secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

FACILIDADES: Parceria vai beneficiar toda população de Uberaba e cidades do entorno. Além da agilidade no transporte de cargas, a segurança da rodovia deverá ser melhorada. 

Parceria

O presidente da Siamig, Mário Campos, ressaltou que a obra é fruto de uma parceria muito produtiva entre o setor sucroenergético e o governo do estado. “Com isso, oficializamos os esforços em fomentar o transporte seguro de pessoas e produtos pelas rodovias do estado.  Além da busca pelo aumento da competitividade da agroindústria mineira, em especial na região de atuação das usinas”, destacou Campos.

De acordo com o presidente da entidade, esse projeto já possibilitou investimentos de recursos para recuperação e pavimentação de rodovias, construção de pontes, finalização de trechos não concluídos, dando assim mais segurança aos usuários próximos as usinas produtoras.

A recuperação da rodovia vai agilizar o escoamento da produção sucroalcooleira, grãos e madeiras. A LMG-798 é um importante corredor de tráfego no Triângulo e se interliga com as rodovias BR-262 e BR-050, que por sua vez seguem para o Norte de Minas Gerais e o Sul da Bahia.

A previsão é que os trabalhos sejam concluídos em 120 dias.

Fonte: Ascom do DER-MG

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui