AGORA VAI: Empresa responsável pela duplicação da BR-163, no Mato Grosso, retomou nessa semana as obras de duplicação. Foto: Divulgação

Trecho da BR-163, ao sul do estado, já conta com a duplicação de 117,6 quilômetros, que foram entregues em 2016

A concessionária responsável pela obra de duplicação da BR-163, entre o km 117,3 e o km 119,4, em Rondonópolis, no Mato Grosso, retomou nessa semana os trabalhos. Segundo a empresa, essa é a primeira fase do projeto de ampliação da rodovia e conta com a aprovação da Prefeitura de Rondonópolis. Inicialmente, não haverá intervenção no fluxo de veículos.

De acordo com o gerente de Engenharia da concessionária, Vitor Lima, a duplicação do segmento vai garantir maior fluidez e organização ao tráfego da região, ampliando a segurança dos usuários. “É uma obra importante para Rondonópolis e para todos que passam pela rodovia”.

As obras têm início no km 117,3 com a implantação de drenagem profunda. Para este trabalho, a concessionária contará com o serviço de 22 funcionários e dois equipamentos de grande porte. Após a primeira etapa, as atividades serão voltadas para a terraplanagem, no sentido sul da via.

Além desta frente de trabalho, a empresa atua nas readequações do projeto para construção do viaduto na região conhecida como ‘Trevão’, na BR-163. Todo serviço é feito com anuência da gestão municipal com quem a concessionária mantém conversas rotineiras sobre qual a melhor maneira de atender ao município.

O gerente de Relações Institucionais da empresa, Roberto Madureira, destaca que o diálogo com os municípios é uma premissa da concessionária por entender que além de atender aos usuários, ela busca ainda satisfazer os anseios dos moradores de cidades lindeiras à rodovia.

O trecho da BR-163 ao sul do estado já conta com a duplicação de 117,6 quilômetros, que foram entregues em 2016. Desde o início da concessão, a região de Rondonópolis é contemplada com obras de melhorias realizadas pela empresa.

Em 2018, foi inaugurado o primeiro posto de pesagem da BR-163, no km 108, onde a fiscalização é realizada em parceria com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui