Ônibus da Sidtur foi multado após o acidente por transporte irregular

Ônibus sem autorização para viagem tomba na BR-354/MG e deixa 9 passageiros feridos

Ônibus irregular da Sidtur, que seguia de Patrocínio (MG) para Belo Horizonte (MG), tombou na madrugada de sábado (16), na altura do km 184 da BR-354, entre Patos de Minas e Lagoa Formosa, em Minas Gerais. Nove dos 27 passageiros sofreram ferimentos e foram levadas para o hospital e o motorista nada sofreu.

O condutor informou aos policiais que chovia no momento do sinistro e o ônibus acabou derrapando na pista. Depois disso, ele perdeu o controle, invadiu a contramão e tombou na lateral da via.

O veículo estava irregular, inclusive foi lavrada multa de R$ 293,47 baseada no VIII do art.231 do Código de Trânsito Brasileiro por efetuar transporte remunerado de pessoas ou bens, quando não for licenciado para esse fim, salvo casos de força maior ou com permissão da autoridade competente:
Infração – gravíssima;
Penalidade – multa;
Medida administrativa – remoção do veículo;

O ônibus modelo Marcopolo Paradiso G7 1200 , Ano 2011, com chassis Mercedes Benz, tem três multas recentes , segundo o Detran de Minas Gerais. Sendo duas do DER-MG e uma do DNIT. No caso do DER, as multas são por evasão de pedágio e não identificar condutor infrator. A multa do DNIT é por transitar acima do limite de velocidade em até 20%.

As passagens da Sidtur para essa rota são vendidas por meio do aplicativo Buser. A plataforma nega vínculo com as empresas, mas sempre enfatiza que os veículos são novos e possuem equipamentos de segurança de última geração. Curiosamente, há a informação no site: Empresas de ônibus e motoristas certificados pela ANTT.

Entretanto, a multa aplicada logo depois do sinistro indica que a empresa não tem autorização para realizar a viagem, e a multa é aplicada justamente por convênio da ANTT com a PMRV de Minas Gerais.

1 COMENTÁRIO

  1. Alguns dias antes do acidente, fiz esse trajeto com esse ônibus parabéns a empresa ônibus novo e limpo, motorista super educada, quando precisar vou de novo .

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui