OPERAÇÃO SAFRA: Enquanto em fevereiro de 2018 a PRF atendeu 297 acidentes no Estado, em 2019 foram 162 (redução de 45.5%), o número de feridos caiu de 236 para 180 (-23.5%) e o de mortos de 20 para 12 (-39%). Foto: Divulgação

Primeira fase da ação da PRF, no Mato Grosso, foi realizada em fevereiro; a segunda segue até abril

Um bitrem com apenas 57% da frenagem funcionando; um caminhão-caçamba levando seis toneladas a mais do que pode transportar e com duas das seis rodas sem freios; outro com a suspensão toda alterada sem autorização; um micro-ônibus de transporte escolar com problemas nos freios, nos cintos de segurança e com motoristas não habilitados para esse tipo de transporte.

Esses são apenas alguns das dezenas de flagrantes feitos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Mato Grosso na 1ª fase da “Operação Safra” 2019, realizada entre os dias 5 e 28 de fevereiro.

Em 23 dias de atividades, foram fiscalizados 2.331 veículos, sendo 130 recolhidos aos pátios da instituição; foram fiscalizadas 2.111 pessoas, gerados 1.456 autos de infração e feitos 1.126 testes de alcoolemia.

Mas o que mais chama atenção é o resultado da operação com relação à redução no número de acidentes e vítimas, no mês em que ela ocorreu.

Enquanto em fevereiro de 2018 a PRF atendeu 297 acidentes no Estado, em 2019 foram 162 (redução de 45.5%), o número de feridos caiu de 236 para 180 (-23.5%) e o de mortos de 20 para 12 (-39%).

Com veículos de carga, a quantidade de ocorrências reduziu de 139 para 70 (-49%), de feridos de 55 para 23 (-57%) e de mortos se manteve em duas pessoas.

A operação tem como objetivo a fiscalização do transporte de cargas, a primeira fase teve como foco maior a verificação de freios, suspensão e outros itens, além de excesso de peso e jornada dos motoristas.

Essas condutas são intensificadas na segunda etapa que iniciou em 7 de março e segue até o final de abril.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui