O policial militar rodoviário Reginaldo Moreira Pereira da Silva, 40, morreu na madrugada de ontem após ser atropelado em frente à base da Polícia Rodoviária na Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), em Campinas. Segundo a corporação, Pereira deixa esposa e duas filhas.
O policial morava em Campinas e voltava de Caraguatatuba, onde trabalhou na Operação Verão. Segundo a Polícia Rodoviária, batalhões do interior emprestam profissionais para o litoral nesta operação, já que há mais demanda no verão.
O acidente ocorreu por volta de 1h30. A vítima desceu do ônibus no sentido interior e atravessava para pegar seu carro, deixado na base do outro lado, quando um Polo o acertou. A polícia informou que o motorista não estava embriagado e nem acima da velocidade. Pereira era policial militar havia 19 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui