A Porsche está realizando o recall de 270 unidades do Panamera Turbo, do Panamera Turbo S e do Cayenne Turbo nos Estados Unidos por risco de incêndio. Segundo o departamento de segurança viária dos EUA, o perigo é causado pelo possível surgimento de uma rachadura no sistema de turboalimentação, que pode resultar na sucção de óleo pelo sistema de exaustão, levando à fumaça e possivelmente a incêndio.

No Brasil, uma unidade do Cayenne Turbo e 14 do Panamera Turbo e Turbo S estão envolvidas, todas anos 2011 e 2012. As revendas da marca já foram comunicadas pela matriz sobre a falha nas turbinas, mas descartou qualquer risco de incêndio. Os donos serão comunicados individualmente pela representante da marca no país assim que as peças de reposição forem liberadas no porto brasileiro.

O Porsche Cayenne Turbo é vendido por R$ 699 mil, enquanto o Panamera Turbo custa R$ 899 mil e o Panamera Turbo S, R$ 1,14 milhão.

Histórico

O problema foi revelado após uma unidade do Panamera pegar fogo na Síria, em outubro de 2011. Um segundo incidente teria ocorrido em uma pista de competição, mas a marca não divulgou mais detalhes. Segundo a Porsche, foram registrados 37 casos de falhas de rotores de turbinas no mundo, com três desses ocorridos nos EUA. Nenhum deles resultou em feridos.

A marca afirma que só foi capaz de identificar a falha na liga de titânio e alumínio da turbina após realizar uma análise de tomografia computadorizada, o que levou à conclusão de que houve erro de molde no processo de fabricação de algumas unidades. O turbo, composto de duas turbinas, foi fabricado em uma pequena série por uma produtora externa contratada pela Porsche. A venda do kit já foi suspesa nos EUA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui