O veículo foi autuado e recolhido ao pátio pela PRF

Veículo transportava aproximadamente 30 toneladas de minério

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na tarde de sexta-feira(21/01), uma carreta transportando aproximadamente 30 toneladas de minério de ferro, que transitava com o sistema de freio praticamente inoperante.

A apreensão ocorreu durante uma ronda, no Km 434 da BR 381, em Sabará (MG), quando os policiais flagraram uma carreta produzindo grande quantidade de fumaça, enquanto transitava em um declive acentuado.

Assim que o veículo foi abordado, os policiais tiveram que apagar um princípio de incêndio nos tambores de freio do semirreboque.

Durante uma vistoria detalhada, foi constatada a ineficiência do sistema de freios de todo o lado direito do semirreboque, o que acabou por causar um superaquecimento seguido de incêndio nos tambores de freio que ainda funcionavam.

O veículo foi autuado e recolhido ao pátio, credenciado pela PRF, até que seja providenciada a regularização do sistema de freio.

Áreas de escape salvam vidas mas precisa perícia nos veículos

No trecho da BR-116 entre São Paulo e Curitiba, várias imagens tem sido divulgadas de carretas que usam as áreas de escape quando tem problemas no sistema de freios ou outro tipo de pane.

A medida é simples e tem ajudado a salvar muitas vidas. Entretanto, na avaliação do Coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto, quando o veículo fosse retirado deveria passar por perícia detalhada e checagem de todos os itens de segurança, inclusive as condições do próprio condutor.

“É preciso apurar esses casos para separar os extraordinários daqueles que são fruto da negligência do proprietário do veículo ou excesso de peso. Afinal, quando não encontram uma área de escape podem morrer e matar por falta de manutenção ou desrespeito as leis”, afirma Rodolfo Rizzotto.

 

Fonte: PRF /Estradas.com.br

9 COMENTÁRIOS

  1. O coordenador Rodolfo está absolutamente correto em relação a averiguar as condições do veículo e do motorista após ser usado essas áreas de escape, se precisou usar é porque alguma coisa errada o veículo tem ou o motorista e é uma averiguação simples pra saber porque os freios falharam.

  2. Concordo!com comentário final,pois com a falta de profissionais do volante,tem quem contrata qualquer um,que quando
    em posse de uma CNH,falsa ou verdadeira…,mas sem nem uma noção da responsabilidade do compromisso. que se assume quando se assume um carga pesada carregado sem nem se imporatar se o condutor ao menos conhe o trajeto a ser percorrido

  3. É a PRF evitando perdas de vidas inocentes, uma situação dessas as vezes ceifa muitas vidas em descida de serra. E ainda o pessoal da receita federal que trabalha em ar condicionado e ganham 11.000 reais a mais ainda acham que a PRF não merece uma reestruracao na carreira. Vcs choram
    de barriga cheia.

  4. Realmente as condições do veículo também contam, infelizmente alguns donos de caminhão nem se quer faz a manutenção preventiva. Deve ter mais vistorias nas estradas.

  5. Bom dia. A polícia tem q fiscalizar o trânsito sim e a antt deveria fazer seu dever de fiscalizar os frete q humilhado o trabalhador .assim todos consegue se manter. Na minha opinião. Pegar o motorista com esseco. De peso .não multar fazer ele tira todo o peso.

  6. Rodovia Dutra precisa de área de descanso com segurança pra nós motorista os posto só deixa nos pernoitar se abastecer

  7. Antigamente eram bem piores as condições dos veículos de transportes de cargas. A Famosa BR 116 era batizada de Rodovia da Morte onde 90% dos acidentes envolviam caminhões..

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui