Agentes da PRF flagraram diversos caminhões com excesso de peso na BR-316. Fotos: Divulgação

Perigo silencioso, mas que diariamente está presente nas rodovias e estradas federais, o excesso de peso pode matar

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou na segunda-feira (18) uma fiscalização intensiva na rodovia BR-316, no Pará, para checar o peso das cargas em caminhões.

De acordo com os agentes da corporação, a operação é muito importante para combater essa tipo de infração nas rodovias federais.

Ainda segundo os policiais, o objetivo é garantir a segurança de quem trafega nas estradas e evitar acidentes de trânsito.

A infração dessa natureza pode causar também danos ao pavimento das rodovias, diminuindo a vida útil do asfalto.

Na operação de segunda-feira, na BR-316, os policiais tiveram os seguintes resultados:

1 CNH recolhida
5 CRLV recolhidos
24 autos de infração (diversos do CTB)
7 autos de infração específicos de excesso de peso
84.640 KG de excesso de peso constatados.

Durante a operação, os veículos eram fiscalizados e levados até uma balança para medir o peso real da carga que estava sendo transportada.

Aqueles que apresentavam excesso (peso da carga maior que a capacidade prevista legalmente para cada modelo de veículo) eram notificados e a carga em excesso devia ser transbordada (transferida para outro veículo).

As modalidades de infrações e as multas para quem comete esse tipo de infração estão disciplinadas pelo artigo 231 do CTB (Lei 9.503/97), resolução 258/07 do CONTRAN, e Lei 13.381/16.

Veículos flagrados com excesso de peso foram autuados e apreendidos.

Como exemplo do risco desse tipo de conduta, durante a operação em questão, um dos veículos foi flagrado com um excesso de peso de 22.300 KG (mais de 22 toneladas) e foi multado no valor de R$ 11.738,80.

Importante destacar que além dos danos no asfalto, o excesso de peso também contribui para o funcionamento ineficiente de sistemas de segurança veicular como freios ,suspensão e embreagem.

Isso aumenta a probabilidade de que os próprios veículos que trafegam com o excesso se envolvam em acidentes, já que se necessária a utilização de um desses sistemas de segurança, não funcionarão a contento provocando acidentes e mortes por todo o País.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui