PRF flagrou dois motoristas dirigindo sob o efeito de álcool, na BR-101, em Cariacica, no espírito Santo, nessa terça-feira (2). Fotos: Divulgação

A irresponsabilidade no trânsito continua provocando acidentes e mortes nas estradas brasileira

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordou no Km 290 da BR-101, em Cariacica, dois veículos cujos condutores apresentavam sinais notórios de embriaguez.

De acordo com os agentes da PRF, durante fiscalização com foco no combate à criminalidade, por volta das 15 horas de terça-feira (2), foi parado o veículo Fiat Uno, com três ocupantes.

Na inspeção, policiais constataram que o motorista apresentava sinais de embriaguez, além de estar transportando uma mulher com criança, de 2 anos, no colo no banco carona dianteiro, oque é proibido pelo CTB. Em consulta aos sistemas policiais, foi verificado que o condutor não possuía CNH.

Em seguida, os policiais fizeram o teste de etilômetro, e o resultado foi de 1,02 mg/l, o que é ilegal. Por conta disso, o motorista foi preso por crime de embriaguez ao volante e encaminhado à Delegacia de Cariacica para as providências.

DUPLAMENTE IRRESPONSÁVEL: Condutor do Fiat Uno foi flagrado bêbado e com uma passageira no banco dianteiro com uma criança de 2 anos no colo; o que é proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro

Numa outra fiscalização, no Km 209 também da rodovia BR-101, em Cariacica, os agentes abordaram, por volta das 18h45, o veículo Fiat Uno, após ultrapassar a viatura da PRF com os faróis apagados.

Na abordagem, os policiais notaram sinais notórios de embriaguez no motorista. Após realizar o teste de etilômetro, foi verificado de 0,95 mg/l. O condutor alegou ter ingerido oito garrafas pequenas de cerveja, cerca de, uma hora antes, e que já havia sido preso em 2017 após ter causado um acidente quando dirigia alcoolizado.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao condutor por crime de embriaguez ao volante, sendo este encaminhado, com o veículo apreendido por débito no licenciamento, à Delegacia Cariacica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui