Entidades representativas do trânsito estiveram presentes ao lançamento oficial do Movimento Maio Amarelo 2019, nessa quarta-feira (8), em Brasília. O diretor da PRF, José Lopes Hott Jr., e o diretor do projeto "A gente faz a segurança nas estradas", Alexandre Côrte, participaram da cerimônia. Foto: Divulgação

Evento ocorreu no Ministério da Infraestrutura e neste ano tem com o tema: “No trânsito, o sentido é a vida”

O Movimento Maio Amarelo 2019 foi lançado oficialmente, nessa quarta-feira (8), em Brasília, no Ministério da Infraestrutura, com a presença do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas; do diretor-executivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), José Lopes Hott Júnior; além de representantes do governo e de entidades ligadas ao trânsito, entre eles, o coordenador-geral de Trânsito do Denatran, Francisco Garonce.

A PRF montou um estande onde foram expostos ao público equipamentos de fiscalização do trânsito, como o etilômetro. Houve também demonstração do GOC (Grupo de Operações com Cães) e realização do Cinema Rodoviário para os participantes.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo tem como proposta chamar a atenção da sociedade em relação ao grande índice de mortos e feridos em acidentes de trânsito. É uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos.

De acordo com o ministro Tarcísio Freitas, o governo federal está engajado nesta grande mobilização, junto com diversas instituições públicas, privadas, empresas, organizações não governamentais e sociedade, para destacar a importância de cada cidadão na promoção da segurança viária.

“Precisamos ter em mente que um bom condutor é aquele que ajuda a promover segurança, melhorar a circulação e garantir qualidade de vida na logística urbana”, destacou Freitas.

O mês de maio tem ligação histórica com o segurança no trânsito, uma vez que foi em maio de 2011 que a ONU decretou a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”, cuja meta é reduzir 50% dos acidentes em todo o mundo.

Diante disso, a Polícia Rodoviária Federal intensifica neste mês as atividades voltadas à educação e à segurança viária nas rodovias federais, com a conscientização dos motoristas quanto ao alto índice de mortes e feridos no trânsito no Brasil e no mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui