PROARTE: Programa de recuperação de Obras de Artes Especiais, do DNIT, prevê a recuperação de quase duas mil estruturas nas rodovias federais sob administração do órgão. Foto: Divulgação

Serviços de manutenção e reabilitação incluem pontes, viadutos e passarelas em diversas rodovias federais

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) vai recuperar cerca de oito mil Obras de Arte Especiais (OAEs), entre pontes, túneis, viadutos, passarelas e estruturas de contenção, sob sua administração em todo o território nacional.

De acordo com o cronograma, as ações fazem parte do Programa de Manutenção e Reabilitação de Estruturas (PROARTE), que é responsável pela promoção e gerenciamento de serviços de manutenção e de reabilitação destas estruturas, integrantes da malha rodoviária federal e tecnicamente conhecidas como Obras de Arte Especiais.

Essas estruturas fazem parte da infraestrutura rodoviária federal do Brasil, auxiliando no deslocamento de cargas e pessoas, movimentando a economia local e contribuindo para o desenvolvimento e o progresso nacional. Com o tempo, as OAEs passam pelo inevitável processo de deterioração, sendo necessária a execução de serviços de manutenção e de reabilitação.

O serviços de manutenção compreendem serviços comuns, bem definidos e passivos de quantificação, segundo as práticas e especificações técnicas correntes. Já os serviços de reabilitação englobam o reforço e/ou alargamento, ou seja, são procedimentos que necessitam de um projeto executivo para serem realizados.

O PROARTE prevê, inicialmente, a recuperação e/ou manutenção de 1.712 OAEs consideradas prioritárias, conforme definido pelos critérios técnicos estabelecidos no Plano Nacional de Manutenção Rodoviária (PNMR).

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui