A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou entre o meio-dia do sábado, dia 14, e a noite do domingo, 15, seis acidentes com pelo menos nove mortes em Santa Catarina. A ocorrência mais grave foi no domingo na BR-116, em Itaiópolis, Norte do Estado, onde três jovens perderam a vida.

A colisão frontal envolvendo um Hyundai, placas de São Bento do Sul (SC) e uma caminhonete S10, placas de Belo Horizonte (MG) foi registrada por volta da 00h30min do domingo no km 27,1 da rodovia.

Morreram no local do acidente Lucas Luis Stock Schneider, 19 anos, Ana Claudia Cabral, 19, e Diego Pscheidt de Souza, 23, que eram passageiros do Hyundai.

Outra passageira do veículo, uma jovem de 18 anos, teve ferimentos graves e segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente de Paulo, em Mafra.

O condutor de 28 anos teve apenas ferimentos leves. Na caminhonete estavam quatro pessoas. Três passageiros tiveram lesões leves e o condutor, de 44 anos, não se feriu.

Ainda no domingo, Edmundo de Carvalho morreu após uma colisão frontal envolvendo três veículos na BR-280, em São Francisco do Sul, Norte de Santa Catarina. Carvalho era motorista do veículo Gol, placas de São Francisco do Sul, que segundo a PRF, teria invadido a pista contrária e colidido de frente com um caminhão, placas de Curitiba (PR).

O condutor do caminhão não teve ferimentos. O homem que conduzia o veículo teve apenas ferimentos leves. O acidente foi registrado por volta das 21h30 do domingo, dia 15, no Km 3,5 da rodovia.

Por volta das 19h, duas pessoas morreram no km 177, da BR-282, em Bocaína do Sul, após uma colisão frontal envolvendo uma motocicleta, placas de Joinville e um veículo Megane, placas de Chapecó.

De acordo com a PRF, o condutor da motocicleta Guilherme Pires da Silva, 53 anos, e a caroneira Maria de Lourdes Arceno Angelo, 46, não resistiram ao impacto do acidente e morreram no local.

Ainda de acordo com a PRF, a motocicleta teria se perdido e invadido a pista contrária. Umas das causas da colisão, segundo a PRF, pode ter sido a combinação de alta velocidade e chuva, que caia forte na região no momento do acidente.

No Sul do Estado, em Araranguá, um homem de 36 anos morreu após um acidente entre dois caminhões por volta das 17h20min no km 417, da BR-101. De acordo com a PRF, o condutor do caminhão Cargo, placas de Paraí (RS), Adair Girardi, ficou preso nas ferragens, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Os veículos seguiam no sentido Sul e a colisão traseira foi em um trecho da rodovia que está em obras para a construção de um elevado. Uma das pistas da rodovia ficou bloqueada por mais de duas horas e foram registradas filas de pelo menos seis quilômetros no local.

Duas mortes no sábado

Um homem de 65 anos não resistiu aos ferimentos e morreu após uma colisão frontal por volta das 20h50min do sábado, dia 14, no km 493, da BR-282, em Xanxerê, no Oeste de Santa Catarina.

Celso Mocellin conduzia, de acordo com a PRF, uma saveiro, placas de Xanxerê, que colidiu de frente com um veículo Vectra, placas de Gramado (RS).

Por volta do meio-dia, Adriano Baldissera, de 19 anos morreu após uma colisão frontal envolvendo o veículo Sandero, placas de Fraiburgo, que era conduzido pelo jovem e um caminhão, placas de Indaial.

O acidente foi no km 228,8 da BR-470, em São Cristovão do Sul, região Serrana de Santa Catarina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui