Foram 16 ocorrências do crime neste ano, contra quatro no mesmo período de 2017, segundo a polícia

O número de roubos de cargas nas rodovias da região dos Campos Gerais do Paraná, em 2018, já é quatro vezes maior em comparação ao ano passado. Foram 16 ocorrências neste ano, contra quatro em 2017, segundo a polícia.

A situação preocupa donos de transportadoras e motoristas, que preparam o caminhão já pensando nos riscos que podem encontrar nas estradas.

Um caminhoneiro com quatro anos de experiência conseguiu se livrar de um assalto no último ano. Ele preferiu não ser identificado, mas contou como foi a tentativa de roubo.

“O carro encostou, me passou e foi devagarzinho na minha frente. E, do nada, ele parou na minha frente. Eu bati na traseira dele e parei no posto de polícia mais perto. Ia levar o caminhão, com certeza”, relatou.

Outro caminhoneiro, que também preferiu não ter a identidade revelada, já passou por tentativas de roubo.

“A gente tá pra defender o pão de cada dia da gente, e o pessoal não tem dó, né? Eles querem ver o lado deles e pronto. E se a gente reagir, ou alguma coisa, periga a gente perder a vida por isso, né?”, contou.

As cargas mais visadas são combustíveis, soja, óleo vegetal e eletrônicos.

O presidente do Sindicato das Empresas de Carga de Ponta Grossa (Sindiponta), Edis Moro, conta que, sem segurança nas estradas, as transportadoras orientam os motoristas.

“Hoje o motorista é orientado a parar em pontos seguros, onde tenha uma condição mínima para que ele possa pernoitar, ou que ele possa fazer sua refeição, enfim, que ele possa abastecer seu caminhão. Mas, mesmo nestes pontos, nós estamos sofrendo a insegurança, tendo problemas com assaltos”, afirmou.

De acordo com Edis, a insegurança está em todas as regiões. “Em qualquer região que você trafegue você tem essa infelicidade de contar com essa insegurança, onde coloca em risco não só o patrimônio das empresas, como as cargas, mas, principalmente, a vida dos motoristas”, pontuou.

Casos recentes

Em setembro deste ano, uma carga de óleo diesel foi roubada em Ponta Grossa.

A polícia prendeu dois suspeitos de participar do crime, durante uma operação realizada na última quarta-feira (26). O motorista do caminhão foi feito refém, de acordo com o delegado Maurício Souza da Luz.

“Eles são suspeitos de terem feito o veículo da vítima parar na estrada, mas proximidades do Parque Vila Velha, e mantiveram a vítima em cativeiro durante muitas horas, enquanto a carga foi subtraída, e o veículo acabou sendo abandonado em uma cidade vizinha”, detalhou.

Fonte: www.g1.com.br/pr/campos-gerais-sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui