As péssimas condições de saúde dos caminhoneiros, detectada em várias operações de saúde de concessionárias de rodovias, revelam que temos nas estradas verdadeiras bombas-relógio ou homens-bomba dirigindo carretas com dezenas de toneladas. Segundo levantamento de grupo de concessionárias de rodovias, nas operações de saúde com quase 5.000 caminhoneiros atendidos, 65% têm problema de visão e a maioria não sabe disso. Além disso, esses profissionais apresentam outros problemas graves de saúde, frutos da exploração a que são submetidos. O coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto, alerta para a gravidade da situação e necessidade da sociedade entender que não se pode fechar os olhos para a dura realidade desses profissionais, tão importantes para o desenvolvimento do país. Ouça o comentário e dê sua opinião:

Caminhoneiros têm à disposição serviços médicos gratuitos. A iniciativa inclui exames para a aferição da pressão arterial, além de testes de colesterol, glicemia e visão. Foto: Divulgação

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui