PUNIÇÃO: Dois anos depois de se envolver no acidente que terminou na morte de uma mulher, o médico Edson de Arruda Alves foi suspenso por 60 dias do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), do Mato Grosso do Sul, onde prestava serviços de realização de exames de aptidão física e mental. Foto: Divulgação/Ilustrativa

Material usado para a manutenção de estradas de terra teria sido levado para uma fazenda em Santa Carmem, que pertence à prefeita de Sinop, Rosana Martinelli

O secretário de governo de Sinop, a 503 quilômetros de Cuiabá (MT), Jaime Dallastra, foi preso nessa terça-feira (1º/12) suspeito de furtar material que pertence à concessionária Rota do Oeste, que administra a BR-163. No entanto, ele foi solto na madrugada desta quarta-feira (2), menos de 24 horas depois da prisão.

O material é usado para fazer manutenção de estradas de terra e teria sido levado para uma fazenda em Santa Carmem, que pertence a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli.

A polícia ainda não confirma participação da prefeita no crime. Rosana está em viagem com o marido que está internado em estado grave em um hospital em São Paulo.

Segundo o delegado Pablo Carneiro, que investiga o caso, quando a prefeita retornar, será convidada a se apresentar na delegacia para prestar esclarecimentos e aí a investigação vai definir que decisão será tomada a respeito dela.

Em entrevista coletiva, o procurador geral do município, Ivan Schneider, afirmou que os caminhões não pertenciam à prefeitura e que a motivação do ofício assinado pelo secretário foi pessoal e será tratado nas investigações de modo pessoal com advogado particular do próprio secretário.

Ele também afirmou que a prefeita já está ciente da situação, mas ela ainda não se pronunciou. Conforme o procurador, Jaime continuará no cargo, porque, segundo ele, ainda não foi comprovado nenhum prejuízo à prefeitura.

CASO PESSOAL: Em entrevista coletiva, o procurador-geral de Sinop, Ivan Schneider, afirmou que os caminhões não pertencem à prefeitura e que a motivação do ofício assinado pelo secretário foi pessoal e será tratado de modo pessoal com advogado particular do próprio secretário. Foto: Rede Social

Denúncia de furto

A concessionária Rota do Oeste comunicou à Polícia Rodoviária Federal (PRF) que estava havendo furto do material que estava às margens da rodovia.

A concessionária informou que a prefeitura protocolou um pedido para uso do material em locais públicos em outubro deste ano, porém, não houve continuidade no processo administrativo porque a gestão pública deixou de encaminhar as informações solicitadas pela Rota do Oeste para formalizar o termo de doação.

Prisões

Quando chegou ao local, a PRF constatou a presença de caminhões e pás-carregadeiras que faziam a retirada do material.

Os motoristas dos veículos foram levados para a delegacia e confirmaram à polícia que estavam transportando o material para a fazenda da prefeita.

Esses motoristas estavam com um ofício, assinado pelo secretário, que solicitava doação do resíduo para a utilização em estradas vicinais de Sinop.

Porém, um representante da empresa informou à PRF que desconhecia esse documento e que não havia autorização pra retirada.

Segundo o delegado, mesmo que houvesse autorização, o material não poderia ser levado a propriedade, o que configura o crime de furto. Em seguida, o secretário de Governo se apresentou na delegacia e foi preso.

Fonte: Portal G1

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui