O senador afirmou que o maior anseio da população mato-grossense é a construção de estradas para o escoamento da produção

O senador José Medeiros (Podemos) destacou, durante discurso ocorrido nesta quinta (26 ), a necessidade de investimento em infraestrutura no estado de Mato Grosso. Ele relatou ainda visita que fez ao município de Colniza, onde discutiu com autoridades locais a construção da BR-242 e de trecho da BR-158, que atravessa reservas indígenas. “Colniza é uma cidade que tem vários brasileiros dos mais diversos estados que foram colonizadores e, desde que chegaram ali na década de 70, foram desbravando estradas à base da foice, abrindo caminhos, e até hoje o asfalto não chegou por lá”, destacou o senador.

Falta de recursos ameaça obras do Dnit na BR-163 entre MT e PA

Medeiros, ao elogiar a iniciativa da Frente Parlamentar dos Vereadores da região, disse que a política, em vez de ser motivo de intrigas, deveria trazer solução para os problemas e apontar rumos para o país. O senador afirmou que o maior anseio da população mato-grossense é a construção de estradas para o escoamento da produção, para transporte de doentes para hospitais e para promover o desenvolvimento do estado. “Eles não querem saber de ‘Fora, Temer’ ou ‘Fica, Temer’, ou se saiu Dilma; eles não querem saber dessas arengas, eles querem desenvolvimento”, afirmou.

Ainda no tema da infraestrutura e logística, Medeiros cobrou o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a conclusão das obras de trecho da BR-163, que fica no estado do Pará. “De repente, vocês podem pensar: ‘Por que o Senador Medeiros está pedindo estrada lá no Pará?’ É que o escoamento da produção de Mato Grosso passa pela BR-163, no Pará, e há um pedaço que não foi asfaltado e que tem, todos os anos, atoleiro no final do ano. E o escoamento da safra fica comprometido. Nós precisamos de infraestrutura”, cobrou Medeiros.

Fonte: 24 horas news

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui