Em vários países da Europa os policiais rodoviários multam escondido, inclusive em carros não identificados que circulam nas rodovias

O Presidente Bolsonaro determinou que a Polícia Rodoviária Federal não use os radares na fiscalização, sob a justificativa que o uso desses equipamentos faria parte da indústria da multa. Principalmente porque, no entender de Bolsonaro, muitos policiais ficariam escondidos na rodovia flagrando os infratores. O Coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto, resolveu então checar como é feito o uso dos radares pelas polícias rodoviárias em outros países.

Numa simples pesquisa no Youtube, encontrou vídeos que mostram como as policiais da Europa escondem radares nas rodovias, inclusive dentro de carros não identificados. Na Espanha já são aplicadas multas até com drones e helicópteros. Na Suíça um motociclista fez um vídeo mostrando dezenas de radares escondidos e operados a distância.

Portanto, fica evidente que em todos os países que realmente combatem a violência do trânsito as autoridades não tem o menor constrangimento de esconder os equipamentos e agentes na fiscalização. Como no Brasil o presidente não quer que isso ocorra, a pergunta que o Coordenador do SOS Estradas faz é: “Será que os motoristas brasileiros são mais responsáveis que os europeus?” . Podemos deixar os condutores sem fiscalização de velocidade? Os números de indenizações por morte e invalidez no trânsito pagos anualmente pelo DPVAT indica que não, principalmente comparando com o número de mortos e feridos no exterior. Clique aqui e ouça o comentário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui