No último dia do mês de segurança viária dois jovens motociclistas morreram na "Faixa sem lei".

O Maio Amarelo, mês dedicado a segurança viária, terminou no dia 31, domingo passado. Várias ações ocorreram em todo país no intuito de conscientizar as pessoas de que não podemos mais aceitar 40 mil mortos por ano e pelo menos 230 mil pessoas com invalidez permanente, conforme revelam as indenizações pagas pelo DPVAT em 2019.

No domingo de encerramento do Maio Amarelo, dia 31 de maio,  a morte de dois jovens motociclistas, um de 17 anos e outro de 22 anos, deixa claro que precisamos muito mais que educar. Ouça o comentário do Coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto sobre o tema:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui