Entre os dias 11 a 14 de outubro de 2018 a Polícia Rodoviária Federal em Goiás deflagrou a Operação Nossa Senhora Aparecida, entre quinta-feira e domingo

Durante os quatro dias da operação, foram registrados infrações e acidentes, com o lamentável aumento das mortes ocorridas em acidentes rodoviários, nas rodovias federais que atravessam o estado de Goiás.

Os reforços feitos pelas equipes policiais, a alocação das equipes em locais de maior probabilidade dos acidentes, identificados nos levantamentos feitos nos últimos anos, não foram suficientes para provocar a cooperação e conscientização dos vários usuários, passageiros e condutores.

O resultado que se busca será sempre a diminuição da violência no trânsito, mas para isso não basta a ação preventiva e de fiscalização da PRF, tem de haver também a participação de toda a sociedade na busca por esse objetivo.

Se em 2017 houveram 02 pessoas mortas durante o feriadão, esse ano de 2018 o número triplicou e o número saltou para 06, um aumento de 200% sobre o mesmo período anterior.

A imprudência imperou, bastando para isso ver que o aumento do número de veículos que foram flagrados em alta velocidade aumentou 73%, saltando de 2.066 em 2017 para 3.592 em 2018. Ultrapassagens proibidas também teve sua participação nos níveis de violência do trânsito nas rodovias.

Prevenção dentro dos veículos

Se por um lado as crianças foram transportadas de maneira mais segura, com um número menor de casos verificados em que elas estavam sem os dispositivos adequados para seu transporte, para os demais ocupantes não se pode dizer o mesmo. O número de autuações por falta do uso do cinto de segurança aumentou de 77 no ano passado, para 179 em 2018, aumento de 130%. Lembrando que não usar o cinto de segurança pode provocar não só danos nas pessoas que não o utilizam, quanto nos demais ocupantes dos veículos.

Início do período de chuvas

De agora em diante as chuvas serão cada vez mais presentes em nossa região e o que se pede é mais cautela, mais atenção e cuidado ao dirigir, inclusive com as condições dos veículos. No próximo dia 02 de novembro teremos mais um feriadão, e aí, qual o resultado que a sociedade goiana quer ao final, em relação à violência no trânsito? A PRF continuará vigilante e atenta para alcançar níveis seguros em nossas rodovias. Estamos à disposição através do telefone 191 e também nas Unidades Operacionais da instituição em todo o território nacional.

Fonte: www.prf.gov.br/agencia

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui