Sem concessão, fiscalização da freeway ganha ajuda de drones

Postado dia 11/10/2018 | Tags:, , , , , , , , , , , | 0 comentário

Empresa pioneira no uso do robôs voadores para inspecionar estruturas rodoviárias verifica condições de pontes e viadutos do trecho a cargo do Dnit-RS

 A freeway segue sem concessionária, com riscos para a qualidade da pavimentação e para os investimentos feitos até recentemente, mas ao menos está bem vigiada. Além da contratação da Neovia para executar obras de manutenção , outras duas empresas estão operando no controle. Terceirizada pelo consórcio Etel ATP, contratado por licitação pelo Dnit-RS para fiscalizar a execução do trabalho, a Finger & Sommer Engenharia e Consultoria, de Porto Alegre, está usando drones para inspecionar pontes, viadutos e passarelas.

Pioneira no Estado no uso de drones com essa finalidade, a Finger & Sommer será a responsável pela avaliação de cada uma das 105 “obras  de arte” (jargão da engenharia para designar pontes, viadutos e outros acessos especiais) incluídos no trecho atualmente sem concessão. Um de seus compromissos será emitir relatórios sobre eventuais degradações dessas estruturas e eventual necessidade de manutenção.

Conforme Douglas Finger, diretor da empresa, o Dnit recebeu parecer emitido pela Triunfo Concepa, ex-administradora da Freeway, e agora precisa de contraprova que verifique a existência de problemas que requeiram ações imediatas. O contrato estabelece prazo de 60 dias para a conclusão dos serviços. Até o momento foram inspecionados cerca de 30 pontos, nos quais não foi encontrado nenhum tipo de problema que requeira manutenção.

As inspeções são feitas por um engenheiro especialista e um auxiliar de engenharia. O drone, equipado com câmera de alta resolução, é utilizado somente em locais de difícil acesso visual. Entre esses casos estão as pontes Do Saco da Alemoa, a do Rio Jacuí e as alças de acesso da ponte do Guaíba, em que haveria dificuldade de fazer análise mais criteriosa sem o auxílio do drone. Fundada em 2011, a Finger & Sommer deverá completar, neste ano, um total de 2 mil inspeções em várias regiões do Brasil, cerca de 15% das quais realizadas com o apoio de drones.

Fonte: www.gauchazh.clicrbs.com.br


Notícias Relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *