SITUAÇÃO DESUMANA: Presidente da Abcam, José da Fonseca Lopes, publicou na quarta-feira (1º/4) manifesto no qual alerta para as condições desumanas vividas pelos caminhoneiros nas estradas do país. Foto: Aderlei de Souza (Trecho da BR-010, em Tocantins)

De acordo com o presidente da entidade, José da Fonseca, motoristas vivem em condições desumanas

O presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, divulgou nessa quarta-feira (1º/4) um manifesto no qual critica a situação em que os caminhoneiros estão vivendo em todo o país.

De acordo com Fonseca, os motoristas profissionais estão trafegando pelas estradas brasileiras em condições desumanas diante do atual cenário de pandemia do coronavirus.

Na carta, publicada no site da Abcam, Fonseca adverte o pode público para a situação e diz que “o caminhoneiro é, mais do que em qualquer outro momento do país, junto dos profissionais de saúde, indispensável para a estabilização social”.

Veja a íntegra da carta clicando aqui

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui