TRAGÉDIA: Colisão frontal entre carreta e micro-ônibus deixou seis mortos na BR-290, sendo quatro soldados, um motorista e uma mulher, nessa segunda (28). Foto: Reinaldo Bernardi/ Agência RBS

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), colisão frontal envolveu uma carreta, um micro-ônibus, uma van e um carro de passeio. Vítimas fatais estavam no micro-ônibus e no carro

Um acidente (sinistro) no km 235 da BR-290, em Rio Pardo, no Rio Grande do Sul, por volta de 00h30 dessa segunda-feira (28), envolvendo um carro de passeio, um micro-ônibus, uma carreta e uma van deixou seis pessoas mortas e outras 12 feridas, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ainda de acordo com a PRF, das seis vítimas fatais, cinco estavam no micro-ônibus, marca Volare, placas IXP-6461, de Vila Nova do Sul (RS), prefixo 2017 – sendo quatro militares e o condutor – e a outra no VW Fox, placas IPV-8193, cor vermelha, de Cachoeira do Sul (RS). Entre os feridos, duas estavam no Fox, sendo uma criança, e as outras estavam no micro-ônibus, na van e o caminhoneiro.

Segundo os policiais, a carreta Volvo FM, transportando toras de madeira, placas IWT7H83, seguia rumo à Região Metropolitana de Porto Alegre (RS) e colidiu frontalmente contra o micro-ônibus, que seguia no sentido oposto. Com a batida, a carreta tombou sobre a pista e, na sequência, o VW Fox chocou contra ela. Já a van conseguiu desviar para fora da pista e adentrou na mata. A carga de toras de madeira, que ficaram espalhadas pela pista.

De acordo com a PRF, os soldados eram do Comando do 9º Regimento de Cavalaria Blindado, sediado em São Gabriel (RS). Eles estavam retornando de casa para a sede da organização militar.

Segundo a PRF, os cronotacógrafos da carreta, van e micro-ônibus foram recolhidos. Eles serão analisados para apurar se houve excesso de velocidade por parte algum dos motoristas. Além disso, será realizado exame toxicológico no condutor do ônibus, van e carreta.

Ainda segundo a Corporação, foi aplicado o teste do bafômetro nos condutores sobreviventes, carreta e van. Os resultados deram negativo. Já quanto aos documentos dos motoristas profissionais (CNH, exame toxicológico), a PRF nada informou. Nem tampouco se estavam cumprindo a jornada de trabalho, conforme estabelece a lei.

Cronotacógrafos em dia

O Estradas apurou que os cronotacógrafos da carreta e do micro-ônibus estão em dia. Portanto, as informações de jornada de trabalho e de velocidade podem ser checadas.

Além disso, a reportagem checou que não há registros recentes de multas para ambos os veículos em rodovias federais.

BLOQUEIO TOTAL: Tráfego na rodovia ficou interrompido por quase 12 horas. Batida envolveu quatro veículos. Foto: PRF

As vítimas:

Lucas Rodrigo Altevogt, 19 anos – soldado

Silas Gabriel de Azevedo de Barros, 18 anos – soldado

Vinícius Bedra, 18 anos – soldado

Wesley da Silva Paulo, 19 anos – soldado

Josuel Vieira Machado, 28 anos – motorista do micro-ônibus

Joice Luísa Monteiro Costa, 34 anos – passageira do Fox

Trânsito ficou prejudicado

Segundo a PRF, desde a ocorrência do sinistro, o tráfego na BR-290 ficou completamente interditado. Os usuários tiveram que optar por dois desvios. A rodovia foi liberada totalmente por volta das 10h15. A Polícia Civil irá investigar as causas do sinistro.

MOTORISTA MORREU: Acidente na BR-290, com esse micro-ônibus, da Reck Tur, deixou seis mortos, inclusive o motorista. Foto: Anderson Soares de Castro/Ônibus Brasil

3 COMENTÁRIOS

  1. Mais um acidente “pavoroso”, que ceifou várias vidas e causou muito prejuízos. A estrada ñ é ruim. O horário, 00:30h ainda cedo. Tempo bom.
    Mas, acidente de trânsito ñ tem hora pra acontecer. Faça campanhas, máquinas modernas, seguras mas o fator ser humano e a imprudência ainda causam acidentes PAVOROSOS. Gostaria que a mídia, com bastante “barulho”, divulgasse as causas deste acidente. E de outros “piores” q continuam e continuarão a acontecer.
    Tenho 67 anos. Já viajei por muitas estradas brasileiras e já vi muitos acidentes de veículos. Acredito que verei muitos outros. E cada vez, piores. Infelizmente.

  2. Concordo com o comentário acima. A imprudência continua seifando inúmeras vítimas. Neste acidente uma das vítimas era uma moça que estava voltando com seu filho. Ela morreu e o filho provavelmente bastante ferido em hospital. Lamentável, muitos jovens perderam suas vidas. Até qdo vamos ter esses tristes acontecimentos em nossas estradas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui