EXAME TOXICOLÓGICO: Aplicativo na CNH Digital para o Exame Toxicológico foi o vencedor da HackaTRAN 2020, concurso idealizado pelo Denatran e Serpro. Foto: Divulgação

Equipe do “Módulo Exame Toxicológico na CNH Digital” levou pra casa R$ 25 mil ao criar APP que fornece dados sobre o exame aos motoristas profissionais e agentes de trânsito

Por meio de uma iniciativa inédita do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e Serpro, especialistas em desenvolvimento de soluções tecnológicas disputaram a edição 2020 da HackaTRAN e um aplicativo na CNH para o Exame Toxicológico foi o grande vencedor, e levou para casa o prêmio de R$ 25 mil.

De acordo com o Denatran, no fim de novembro foram anunciados os três vencedores da primeira “maratona” de inovação tecnológica voltada para o trânsito de HackaTRAN 2020. A edição 2020 contou com mais de 200 inscritos divididos em 40 equipes. E, ao final de quatro dias de imersão totalmente online – entre 18 e 25 de novembro -, os participantes apresentaram soluções com foco na eficiência e segurança dos serviços de fiscalização, segurança viária e educação para o trânsito.

A equipe vencedora apresentou a proposta de inclusão no aplicativo da Carteira Digital de Trânsito (CDT), os dados do exame toxicológico de larga janela de detecção – obrigatório para motoristas profissionais – que podem ser vistos pelos profissionais da boleia e também pelos agentes de trânsito.

A ideia vencedora cria um novo módulo no aplicativo da Carteira Digital onde é possível, por exemplo, identificar as clínicas credenciadas mais próximas de onde ele estiver, além de receber alertas sobre o vencimento do exame, podendo receber o resultado pela própria plataforma.

Outras ideias

O certame classificou para o segundo colocado a ideia de um aplicativo para a vistoria eletrônica que oferece ao proprietário do veículo maior comodidade e facilidade no processo de vistoria veicular, por meio do celular, sem precisar que o proprietário se desloque ao órgão de trânsito.

Já em terceiro lugar, ficou o aplicativo Mão Dupla, que, considerando as causas dos acidentes ocorridos no trânsito, apresentou uma ideia que tem como objetivo atuar como ‘educador virtual’, no qual notifica o motorista no caso de infrações, como velocidade acima do permitido, por exemplo. O intuito é incentivar boas práticas de direção por parte do condutor, que será recompensado ao acumular pontos a partir de atitudes positivas.

Assista aos vídeos dos projetos vencedores:

1º lugar: – Módulo Exame Toxicológico na CNH Digital

2º lugar: E-SIVE (Sistema Inteligente de Vistoria Eletrônica)

3º lugar: App Mão Dupla

Fonte: Agência Brasil

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui