ACORDO: O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) firmou convênio com a concessionária Rota do Atlântico para garantir mais segurança aos usuários do complexo Suape. Foto: Divulgação/Sgt Elton Camilo/ASCOM PMPE

De acordo com a Corporação, os policiais irão atuar nos finais de semana e feriados; além de multar os infratores, darão suporte fluxo de veículos

A Polícia Militar de Pernambuco, por intermédio do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), leva mais segurança para as rodovias do litoral sul do Estado com a Operação Rota do Atlântico. A partir de hoje (30), o BPRv vai fiscalizar os 44 quilômetros de rodovias do complexo concessionado por meio de sistema de videomonitoramento. Este sistema contem 50 câmeras instaladas pelo complexo viário, interligadas em um Centro de Controle Operacional da empresa, que permite ao agente de trânsito a visualização em tempo real de tudo que acontece nas vias, seja infrações de trânsito ou acidentes.

O tenente-coronel Reginaldo Filho, comandante do BPRV fala sobre a operação: “a operação visa salvar vidas através da prevenção de acidentes. Os policiais do BPRv estarão presentes nos finais de semana e feriados, não apenas autuando os motoristas infratores, mas, também, atendendo acidentes, dando fluidez ao trânsito, realizando escoltas de cargas superdimensionadas e ações educativas.”

A parceria público-privada é um convênio entre o BPRv, o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) e a Concessionária Rota do Atlântico. Fica o DER responsável pela fiscalização dos dias úteis, de segunda a quinta. Como o Código de Trânsito Brasileiro permite a fiscalização por meio de recursos tecnológicos, os condutores flagrados pelas câmeras cometendo infrações estarão sujeitos a autuação pelo agente de trânsito que estiver recebendo as imagens.

De acordo com a rota do Atlântico, as infrações mais comuns são os retornos e estacionamentos em locais proibidos. Tais manobras perigosas vem causando acidentes e prejuízos aos que precisam transitar pelas PE-009, VPE-052 e VPE-034. Para o presidente da concessionária, Elias Lages, a medida vai aumentar ainda mais a segurança no local. “A redução de acidentes depende de três fatores: qualidade da rodovia, educação no trânsito e fiscalização. Esta parceria com o BPRv reforça essa tríade”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui