Uma cabra apreendida pela equipe de inspeção da Concessionária Rota das Bandeiras na rodovia D. Pedro I (SP-065), em Igaratá, deu à luz na noite da última quarta-feira, 2 de outubro, no pátio para onde os animais recolhidos em rodovias do Corredor Dom Pedro são encaminhados, em Louveira. Como o dono do animal não foi localizado, a mãe e os dois recém-nascidos serão leiloados.

“Quando a cabra chegou aqui, precisamos dar soro para iniciar o tratamento. E logo vimos que os filhotes já estavam para nascer. É uma situação com a qual a gente se depara de vez em quando. Na quarta-feira, tive que dar mamadeira aos cabritinhos, mas agora eles já começaram a pegar leite da mãe”, explica o proprietário do pátio, Mauro Belli.

Cabra e seus filhotes

O animal foi recolhido da rodovia no último dia 26. De acordo com decreto municipal de Louveira (número 3692, de 5 de janeiro de 2013), o proprietário tem até oito dias para retirá-lo do pátio, mediante pagamento de taxas. Como o prazo venceu nesta quinta-feira, a cabra e os filhotes serão leiloados dentro de um mês. O valor arrecadado é repartido entre o pátio e a prefeitura. O lance inicial é de R$ 110.

“Este é o valor de qualquer animal apreendido. Neste caso, quem comprá-la terá dois filhotes de brinde. Já estarão mais crescidinhos, com todas as vacinas tomadas. Vai ser um bom negócio”, completa Belli, que resolveu não ‘batizar’ os novos moradores do rancho. “Depois que dá nome, a gente se apega. Deixa pra quem comprar decidir como eles serão chamados”, finaliza.

Animais são presença constante nas rodovias

As rodovias que cortam o Estado de São Paulo são cercadas por florestas, fazendas e ambientes urbanos. Dessa forma, é comum que animais silvestres e domésticos acabem indo parar nas pistas. Só em 2012, 7,7 mil atendimentos para apreensão de animais foram realizados em todo o Estado, de acordo com a Agência de Transportes de São Paulo (Artesp).

Os integrantes da Rota das Bandeiras são constantemente treinados para, sempre que necessário, providenciar a retirada de animais da pista. Os moradores de regiões próximas às vias também recebem orientações sobre a importância de manter os animais longes de rodovias. Eles são conscientizados quanto às responsabilidades civis e criminais que devem responder em caso de acidentes.

O serviço de inspeção de tráfego e o circuito de câmeras auxiliam a equipe de operações quando são identificados casos de animais na pista. A identificação pode ser feita também por inspetores de tráfego, funcionários da Concessionária, Polícia Militar Rodoviária ou até mesmo pelos usuários, por meio do “call box” ou o serviço 0800 das rodovias.

Serviço:

O pátio de apreensões de animais encontrados no Corredor Dom Pedro fica no Rancho Chaparral, em Louveira. O telefone é o (19) 3878-3451

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui