RESTRIÇÃO: Dnit proibiu o tráfego de caminhões na BR-174/MT com peso bruto total combinado acima de 48,5 toneladas. A restrição é entre Castanheira, Juruena e Colniza. Foto: Divulgação/Ilustrativa

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), restrição compreende o trecho as cidade de Castanheira, Juruena e Colniza

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) proibiu desde o dia 13 de janeiro o tráfego de veículos de carga com peso bruto total combinado (PBTC) superior a 48,5 toneladas na Rodovia BR-174, no segmento entre os municípios de Castanheira, Juruena e Colniza, no Mato Grosso.

De acordo com o Dnit, o objetivo é manter a segurança dos usuários da rodovia. A portaria que regulamenta a circulação de veículos pesados na rodovia foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

PBTC: Segundo o Dnit, caminhão não poderá ultrapassar as 48,5 T no Peso Bruto Total Combinado (PBTC)

Ainda de acordo com o órgão, a medida é necessária, especialmente nesse período de chuvas, época em que a região é suscetível a alagamentos e comprometimento da trafegabilidade na rodovia.

De acordo com o Dnit, o controle será feito por meio de balança implantada no início do trecho que compreende esses três municípios, localizada no Km 825 da BR-174. Também será realizado controle de restrição de tráfego nos pontos que requerem maior atenção.

Segundo o Dnit, todas as ações serão executadas pelos agentes de trânsito do órgão, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O Dnit esclarece ainda que esse trecho da BR-174 não é asfaltado e as condições adequadas para o tráfego ocorrerão somente após a efetiva pavimentação da rodovia. O Dnit também recomenda aos motoristas que evitem trafegar nos períodos de chuvas intensas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui