TOMBAMENTO: Caminhoneira Tatiane Ogioni, de 33 anos, moradora em Umuarama (PR) morreu depois que a carreta Volvo que dirigia na MT-140, tombou na rodovia, entre Sinop e Santa Carmem. Fotos: Divulgação

Vítima paranaense de 33 anos dirigia carreta Volvo, quando perdeu o controle e tombou

Um grave acidente na MT-140, entre Sinop e Santa Carmem, no sábado (17), deixou a caminhoneira paranaense Tatiane Ogioni, de 33 anos, morta depois que a carreta que dirigia tombou na rodovia, de acordo com o Batalhão da Polícia Militar do Estado.

Ainda de acordo com os policiais, a motorista, moradora na cidade de Umuarama (PR), dirigia uma Volvo FH azul, placas de Paramirim (BA), quando houve o tombamento nas proximidades do rio Azul, cerca de cinco quilômetros de Santa Carmem.

Os policiais informaram também que na cabine estava o namorado dela, que se feriu. De acordo com o homem, que estava dormindo quando ocorreu o acidente, não soube o que aconteceu. No entanto, destacou que sua namorada possuía experiência na direção de carreta.

O corpo de Tatiane foi levado para Umuarama onde foi sepultada. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) compareceu no local do acidente e irá investigar as causas do acidente.

Com o tombamento, a carga de 50 toneladas de milho acabou se espalhando pela rodovia, que ficou interditada por algumas horas.

TRAGÉDIA: A caminhoneira paranaense Tatiane Ogioni, de anos, morreu após tombar a carreta que dirigia na MT-140, nesse sábado (17).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui