Nesta quarta-feira dia 22, Campo Grande recebe o 1º Fórum/MS Exame Toxicológico: Sua Aplicação e Eficácia, com o objetivo de abordar as implicações da lei federal 13.103/2015, mais conhecida como a “Lei do Caminhoneiro”, e a importância da medida para um trânsito mais seguro no Brasil. Organizado pelo Laboratório Sodré, em parceria com o Sindicato dos Centros de Formação de Condutores/MS, a iniciativa vai permitir, pela primeira vez no Estado, o debate público sobre o tema.

O evento, que será realizado no auditório do Sebrae, contará com a participação de autoridades e de especialistas da área de toxicologia, da biomedicina e do setor de transportes. Um dos destaques da programação é a mesa-redonda que inicia às 9 horas, com a participação do coordenador do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), Francisco Vieira Garonce, do pós-doutor em Toxicologia e Análises Toxicológicas pela USP-SP, toxicologista do Laboratório Sodré e membro da Sociedade Brasileira de Toxicologia, Rafael Menck; do presidente do DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito), Gerson Claro, e de Paulo Douglas Almeida de Moraes, procurador do trabalho do MS.

“A Lei que implantou a obrigatoriedade já fez com que mais de 1 milhão de condutores fossem submetidos ao exame toxicológico de larga janela de detecção e, nos próximos anos, todos que têm ou pretender obter as habilitações nas categorias C, D ou E terão sido examinados. Durante a apresentação do dia 22, os dados mais recentes serão apresentados, em primeira mão, e analisados”, conta Garonce.

Na sequência, o Fórum propõe uma reflexão sobre o uso de drogas pelos motoristas profissionais e suas consequências para a segurança nas estradas, com Rodolfo Rizzotto, do SOS Estradas – programa que visa reduzir os acidentes e aumentar a segurança nas rodovias. O palestrante também integra o Instituto Brasileiro de Tecnologias para o Trânsito Seguro (ITTS).

No período da tarde, o evento irá abordar os aspectos relacionados à realização do teste toxicológico, como análise de amostras de cabelo e pelo, aplicação da legislação em vigor, uso de drogas, matrizes biológicas, interpretação de resultados e benefícios alcançados desde a implantação da lei 13103/2015. À frente das discussões estará à equipe técnica do Laboratório Sodré.

Para o biomédico e diretor técnico do Laboratório Sodré, Dr. Cláudio Sodré, é imprescindível ter uma agenda para discutir os aspectos envolvidos na “Lei do Caminhoneiro”. “Nossa economia hoje depende dos motoristas profissionais e precisamos garantir a segurança nas estradas para todos. O exame toxicológico é um aliado nesse contexto. Infelizmente, dados mostram que o Mato Grosso do Sul é o Estado com maior porcentagem de resultados positivos, chegando a 62%. Um número que nos preocupa muito”, comenta.

De acordo com DENATRAN, o evento possibilita levar à sociedade e, em especial, aos condutores que têm que se submeter a este tipo de exame, que esta obrigatoriedade busca elevar a segurança viária no Brasil. “No caso dos condutores de ônibus e caminhões, esta medida os protege ainda mais, pois torna mais seguro o seu ambiente de trabalho, que são as nossas estradas”, afirma Garonce.

Para participar do evento, os interessados devem realizar a inscrição pelo telefone (67) 3382-4835. Mais informações no site www.laboratoriosodre.com.br ou na página do Facebook https://www.facebook.com/sodrelaboratorio.

 Serviço:

1º Fórum/MS Exame Toxicológico: Sua Aplicação e Eficácia

Data: 22 de março de 2017

Horário: a partir das 8 horas

Local: Sebrae – Campo Grande

Avenida Mato Grosso, 1661 – Centro

 Programação:

8 horas – Credenciamento

8h30 – Abertura com Wagner Prado, presidente do SindCFC/MS

9 horas – Mesa-redonda com Francisco Vieira Garonce, Coordenador do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), Rafael Menck, pós-doutor em Toxicologia e Análises Toxicológicas pela USP-SP, toxicologista do Laboratório Sodré e Membro da Sociedade Brasileira de Toxicologia, Gerson Claro, presidente do DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) e Paulo Douglas Almeida de Moraes, procurador do trabalho do MS.

10h30 – Palestra: O Uso de Drogas pelos Motoristas Profissionais e Suas Consequências para a Segurança nas Estradas, com Rodolfo Rizzotto, do SOS Estradas.

Meio-dia – Intervalo para almoço

14 horas – Aspectos técnicos do exame toxicológico, com a equipe técnica do Laboratório Sodré.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui