CARBONIZADAS: Duas pessoas morreram carbonizadas após acidente na SP-284, em Martinópolis (SP), envolvendo um Kombi e uma carreta Scania. Fotos: João Martins/TV Fronteira

(*) De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), causas da colisão traseira serão investigadas pela Polícia Civil; vítimas fatais ficaram presas nas ferragens

Um acidente (sinistro) na Rodovia Prefeito Homero Severo Lins (SP-284), em Martinópolis (SP), na manhã desta terça-feira (13), envolvendo uma perua VW Kombi e uma carreta Scania, deixou ao menos duas pessoas mortas carbonizadas e outras cinco feridas, de acordo coma Polícia Militar Rodoviária (PMRv).

Ainda de acordo com a PMRv, houve uma colisão traseira da carreta com a perua Kombi, que após ser atingida capotou e pegou fogo. Duas pessoas ficaram presas nas ferragens e morreram carbonizadas. São elas: Higor Roberto Souza Rocha, de 20 anos, e José Ricardo de Carvalho Paulino, de 21 anos. Os dois trabalhvam na Usina Atena e moravam em Martinópolis.

Segundo os policiais, o caminhoneiro deve ter cochilado ao voltante e acabou batendo na traseira da Kombi. Um inquérito foi instaurado para que a perícia seja realizada nos corpos, nos veículos e no local. O caminhoneiro deve ser indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

VÍTIMAS FATAIS: Os dois jovens que morreram carbonizados são: Higor Roberto Souza Rocha, de 20 anos, e José Ricardo de Carvalho Paulino, de 21 anos. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Segundo os policiais, o sinistro provocou ferimentos em outras cinco pessoas, sendo quatro homens, com idades de 33, 38, 45 e 58 anos, que foram  socorridas para a Santa Casa de Martinópolis e ao Hospital Regional de Presidente Prudente; e uma menina, de 10 anos, que foi socorrida por populares. Ela foi transferida para o HR, em Presidente Prudente, e seu estado é estável. Ela é filha do motorista da Kombi.

Conforme a PMRv, entre os feridos, estão o motorista da Kombi e dois passageiros, com ferimentos leves; outro passageiro, de 38 anos, teve ferimentos graves.

Segundo os policiais, o caminhoneiro, de 50 anos, não ficou ferido. Ele foi submetido ao teste do bafômetro e deu negativo. A Polícia Civil irá investigar as causas do sinistro.

TRASEIRA: Frente da carreta Scania teve danos de pequena monta. Caminhoneiro não ficou ferido. Polícia Civil vai investigar. Há indícios de que o caminhoneiro tenha cochilado ao volante.

(*) Matéria atualizada às 15h desta terça (13)

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui