Uma carreta desgovernada arrastou 17 carros onteme deixou seis feridos no anel rodoviário de Belo Horizonte, em Minas Gerais. De acordo com testemunhas, o veículo – que transportava 20 toneladas de tubos de ferro – estava em alta velocidade, quando o motorista perdeu o controle da direção. O caminhão só parou ao colidir com uma casa na altura do bairro Betânia, destruindo o imóvel.

No momento do acidente, os oito moradores da residência não estavam no local. Os nove radares colocados ao longo dos 26 km da rodovia estão desligados devido a um impasse entre Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), órgão federal que administra o trecho, e a Data Traffic, empresa responsável pela manutenção dos equipamentos.

Dos feridos, quatro ainda estão internados em hospitais da região, sendo dois em estado grave. Em setembro de 2009, após um grave acidente que matou cinco pessoas, a Prefeitura de Belo Horizonte decretou estado de calamidade para a via. O número de mortos no Anel, em 2010, já é maior que o de todos os 12 meses de 2009. Foram 33 óbitos em acidentes, neste ano, contra 32 do ano passado, segundo dados da Polícia Militar Rodoviária (PMRv). Atualmente, apenas dois radares móveis fiscalizam os 80 mil veículos que passam diariamente pela rodovia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui