DESENVOLVIMENTO: 22 cidades que fazem parte do Sistema MG-050/BR265/BR-491, receberam entre 2008 e 2020, cerca de R$ 52,3 milhões referentes ao repasse de ISSQN. Foto: Divulgação

De acordo com a AB Nascentes das Gerais, repasses contribuem com o desenvolvimento sócio-econômico dos municípios

As cidades que fazem parte do trecho de 371,4 quilômetros sob administração da concessionária AB Nascentes das Gerais, responsável pelo Sistema MG-050/BR265/BR-491, receberam desde o início da concessão da rodovia, entre 2008 e 2020, cerca de R$ 52,3 milhões.

De acordo com a concessionária, esse valor é referente ao repasse do ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza), que ocorre todo mês e é definido de acordo com o percentual aplicado em cada município, conforme legislação em vigor.

Ainda de acordo com a empresa, somente em 2020, entre janeiro e junho, as 22 cidades receberam cerca de R$ 3 milhões. Os municípios contemplados estão no entorno do Sistema MG-050, e são: Juatuba, Mateus Leme, Itaúna, Igaratinga, Carmo do Cajuru, São Gonçalo do Pará, Divinópolis, São Sebastião do Oeste, Pedra do Indaiá, Formiga, Pains, Córrego Fundo, Pimenta, Piumhi, Capitólio, São João Batista do Glória, Alpinópolis, Passos, Itaú de Minas, Pratápolis, Fortaleza de Minas e São Sebastião do Paraíso.

Para o diretor-executivo da AB Nascentes das Gerais, Joselito Castro, o pagamento de ISSQN às cidades que fazem parte do Sistema MG-050 contribui com o desenvolvimento sócio-econômico de cada uma delas. “O repasse destes recursos representa um importante reforço para os municípios e a garantia de investimentos em melhorias nos serviços públicos prestados à população. Neste tempo de crise, devido à pandemia, os valores podem ser de grande contribuição à serviços essenciais na saúde, por exemplo”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui