PRECARIEDADE: Justamente em trechos como o da foto (no estado do Tocantins) onde a precariedade do pavimento da estrada provoca danos aos veículos, é necessário o sinal de celular chegar com mais eficácia. Esse é o principal argumento do senador Izalci Lucas ao defender sua proposta. Foto: Aderlei de Souza

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) rejeitou mudanças sugeridas em Plenário ao PLS 5/2017, que prevê cobertura de serviços móveis de telecomunicações em todas as rodovias brasileiras. A emenda diminuiria o alcance da medida, prevendo que seria necessária uma regulamentação do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para cobrir as estradas não pavimentadas.

De acordo com o relator, senador Izalci Lucas, que discordou da sugestão dada em Plenário, é justamente na grande malha de estradas não asfaltadas que o serviço é mais necessário.

Ainda de acordo com o senador, a infraestrutura de telecomunicações nessas estradas precárias trará os maiores ganhos tanto para a segurança dos viajantes e para os transportadores de cargas, quanto para impulsionar a cadeia produtiva e o desenvolvimento econômico da região.

Fonte: Agência Senado

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui