Na próxima terça-feira (28), os deputados da comissão externa da Câmara criada para acompanhar as reivindicações dos caminhoneiros pretendem discutir alternativas com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto, e com o vice-presidente da República, Michel Temer.

De acordo com relatório da Polícia Rodoviária Federal, as manifestações estão ocorrendo em cinco estados e provocam prejuízos no fluxo de trânsito em 11 rodovias.

O coordenador da comissão externa, deputado Celso Maldaner (PMDB-SC), afirmou que governo e caminhoneiros precisam ter calma para discutir. Segundo ele, as últimas reuniões não foram boas. “Eu sou da teoria que é melhor meia hora de conversa a mais do que 10 minutos de tiroteio. Porque em 10 minutos de tiroteio você faz um estrago irreversível. Então nós temos que ter calma”, ressaltou.

Na última quarta-feira (22), representantes dos caminhoneiros apresentaram ao governo federal a proposta de fazer uma tabela nacional com os preços dos fretes, mas o Executivo considerou impraticável. O ministro Miguel Rossetto disse que o governo apresentou uma proposta de tabela referencial de custos que não foi aceita pelos caminhoneiros.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui