Caminhoneiros realizaram manifesto contra concessão

A proposta do Governo Estadual em proceder com a concessão de  233 quilômetros de rodovias estaduais, que dão acesso aos municípios de Barra do Bugres, Nova Olímpia e Tangará da Serra (MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480) não foi vista com bons olhos por empresários e produtores rurais nesse ano. Após demonstrado o descontentamento da população, o Governo do Estado cancelou a realização do leilão que ocorreria no mês passado, em São Paulo.

Em nota enviada aos veículos de comunicação, a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Sinfra) justificou o cancelamento, afirmando que nenhum grupo ou concessionária se candidatou para participar do certame.

Ainda de acordo com a Sinfra, a baixa procura por ter sido provocada pelas exigências técnicas do edital que prevê, dentre as ações, um grande volume de investimentos, garantias por parte da concessionária e quantidades específicas de praças de pedágio, com preço de tarifa de R$ 7,90, conforme definido por estudos. Na nota, a Sinfra informou que o processo de concessão será transferido para a equipe de transição que vai avaliar e decidir sobre o leilão a partir do ano que vem.

A possibilidade de concessão chegou a gerar manifesto de caminhoneiros contra a valor de pedágio estabelecido para as praças que podem ser implantadas.

Fonte: Jornal Diário da Serra

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui