O aumento do pedágio das rodovias paulistas foi confirmado e entra em vigor no dia 01 de julho. São 143 praças de pedágio com aumento, a maioria delas bidirecional, o que indica mais de 200 pontos de cobrança. Os reajustes foram baseados no IGP-M e no IPCA, sendo que no primeiro caso, o aumento foi de 4,11% para as rodovias Autoban (Anhanguera-Bandeirantes), Tebe (SP-326, SP-351, SP-323), Vianorte (SP-325, Anel Viário de Ribeirão Preto), Intervias (Laércio Côrte), Centrovias (Washington Luís), Triângulo do Sol (SP-333, SP-310 e SP-326), Autovias (Antônio Machado Sant’Anna), Renovias (SP-215, SP-340), ViaOeste (Castelo Branco), Colinas (SP-075 e SP-127), SPVias (Francisco Alves Negrão) e Ecovias (Anchieta/ Imigrantes).

No caso do IPCA, o reajuste de 8,47% será aplicado aos trechos Oeste e Sul do Rooanel Mario Covas e as Rodovias D. Pedro I, Raposo Tavares, Marechal Rondon (Oeste e Leste) e Ayrton Senna/Carvalho Pinto. O último reajuste estadual foi no ano passado, quando houve alta de 5,29%. Hoje São Paulo tem 6,5 mil km de estradas em concessão e 143 praças de pedágio.

O valor mais caro é o da Ecovias, no trecho da Imigrantes, que será de R$ 23,00.

Veja as tabelas com todas as praças e valores, clicando aqui.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui