Mais de 400 km de novas rodovias estão contemplados nas novas obras rodoviárias estaduais inclusas no programa do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para 2013. São obras executadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem de Alagoas (DER) e cortam todas as regiões do Estado, do Sertão ao Litoral, desenvolvendo a infraestrutura local, o turismo, a economia e promovendo a integração entre os municípios alagoanos.

Os projetos incluem restauração, implantação e duplicação e todos estão em fase de elaboração ou licitação. Também está incluso no programa a conservação e manutenção da malha viária estadual. O investimento para os novos benefícios nas rodovias estaduais gira em torno de R$ 600 milhões. O Estado foi incluído ainda no “Programa de Investimentos em Logística – Aeroportos” do governo federal, que viabiliza a construção de aeroportos regionais no País.

Confira alguns dos novos projetos:

Rota Ecológica

Desenvolvimento planejado de turismo local diferenciado e ecologicamente correto, com rodovia contemplativa, iluminação por meio de energia solar e infraestrutura social e de serviços, com saúde, segurança e educação para as comunidades. São estes os objetivos do Governo de Alagoas para a implantação do Projeto Integrado de Desenvolvimento Turístico da Região Norte.

A Estrada Parque Rota Ecológica terá início na foz do Rio Camaragibe, no distrito da Barra de Camaragibe, passando por sítios de coqueiros no município de São Miguel dos Milagres e indo até a foz do Rio Manguaba, no município de Porto de Pedras. O trecho corresponde a 23 km de praias do Litoral Norte do Estado entre os municípios de Passo do Camaragibe e Porto de Pedras.

Rodovias

Na parte de restaurações de rodovias, o Governo destinou recursos para a recuperação da AL-460, trecho de Porto de Pedras a Porto Calvo; da AL-430/AL-435, trecho São Luiz do Quintunde/Passo de Camaragibe/Barra de Camaragibe; da recuperação da AL-101 Norte, no trecho entre Maceió e Paripueira (com inclusão da 3ª faixa); da AL-101 Sul, entre o Trevo do Gunga, na Barra de São Miguel, e Piaçabuçu; e da AL-225, entre Piaçabuçu e Penedo, contemplando grande parte dos nossos litorais.

No Agreste, serão recuperadas as rodovias AL-110, trecho Arapiraca/São Sebastião; AL-220, trecho entroncamento BR-101/Arapiraca; AL-210, trecho entroncamento BR-316 (Palmeira dos Índios/Quebrangulo) e 38,4 km da rodovia AL-115, entre Arapiraca e Palmeira dos Índios, garantindo o crescimento e fortalecimento da região

Duplicação e implantação

O Governo incluiu também a duplicação e implantação da AL-220, no trecho Arapiraca/Barra de São Miguel; a implantação e pavimentação de 19,2 km da rodovia AL-105, Campo Alegre/BR-101; implantação da rodovia AL-145, trecho Água Branca/entroncamento AL-140 (Mata Grande) e de rodovia de acesso ao aeroporto Zumbi dos Palmares, trecho BR-104/entroncamento AL-105.

Acessos

O município de Belo Monte, um dos únicos que ainda não possui acesso pavimentado em Alagoas, está contemplado no novo programa de obras rodoviárias estaduais aprovadas pelo BNDES e BID. Com isto, o Governo do Estado pretende contemplar todos os 102 de municípios do Alagoas com pelo menos um acesso asfáltico até 2014. Inserida na nova leva, a obra inclui a implantação e pavimentação de 24,6 km da rodovia AL-225, no trecho que vai de Belo Monte a Pão de Açúcar. O acesso está incluso na obra da rodovia ribeirinha Caminhos dos São Francisco, que vai desenvolver toda a costa doce do Litoral Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui